rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris Luxo caviar

Publicado em • Modificado em

Loja de luxo faz sucesso ao vender caviar "barato" em Paris

media
O Comptoir du Caviar fica no 23 Boulevard Malesherbes, 8° distrito de Paris. RFI

Degustar caviar de alta qualidade sem pagar um valor exorbitante é possível em Paris, cidade reconhecida no mundo inteiro por sua culinária e produtos gastronômicos de luxo. Oferecer o produto pela metade do preço da concorrência na capital francesa foi uma aposta ousada, mas que está indo de vento em popa para o Comptoir du Caviar, um endereço que vem se tornando incontornável aos amantes das míticas ovas de esturjão.


Caviar da Sibéria, do Irã, da China, do Uruguai… a seleção de produtos do Comptoir du Caviar não deixa a desejar. Os produtos podem ser degustados ou comprados no local, 23 boulevard Malesherbes, no 8° distrito de Paris – reduto das especiarias de luxo da capital francesa. Encomendas também podem ser feitas pela internet, no site da empresa.

No cardápio, além das ovas de esturjão, o Comptoir também oferece “menus de descoberta”, que incluem salmão defumado, ovas de salmão e de pescada por preços que variam de € 19 a € 26 (R$ 67 a R$ 92). Para os mais puristas, as porções do caviar de 20 gramas ficam entre € 23 e € 41 (R$ 81 e R$ 145), as de 50 gramas entre € 53 e € 97 (R$ 188 e R$ 344), de 125 gramas entre € 131 e € 241 (R$ 465 e R$ 856) e as de 250 gramas entre € 257 e € 478 (R$ 913 e R$ 1.698).

Bom e barato

O preço parece tão salgado quanto o próprio produto, mas um dos proprietários do Comptoir du Caviar, Philippe Chauvin, garante que os valores representam a metade do que cobra a concorrência. O quilo do produto na loja do boulevard Malesherbes sai, em média, por € 1 mil (R$ 3.553), enquanto outras casas que comercializam caviar de luxo na França, como a Prunier ou a Petrossian, cobram entre € 1,8 mil (R$ 6.396) e € 2 mil (R$ 7.107) o quilo das ovas de esturjão. Outro diferencial: o preço do consumo do produto no local é o mesmo do produto para levar.

Para Chauvin, está fora de questão vender suas valiosas pérolas negras a preço de banana. Segundo, ele “o objetivo é ser razoável”. “Cobramos quase o mesmo da grande distribuição, com a diferença de que temos uma grande proximidade com os locais onde os animais são criados, contamos com uma expertise de décadas, e tudo isso traz mais qualidade ao nosso produto”, explica.

Segundo o empresário, se produtos de luxo, como o caviar, custarem muito barato “é porque há algum problema”, o que pode inspirar desconfiança no consumidor. Por isso, explica Chauvin, o preço do Comptoir du Caviar é o necessário para garantir a qualidade do produto.

Caviar para amadores e profissionais

Qualidade que é aprovada pelos frequentadores, como Jean-Claude Bougant, que descobriu o local recentemente e que se diz “um amador do caviar”. No balcão do restaurante, Chauvin se encarrega de receber o novo cliente e fazê-lo experimentar suas especiarias.

Bougant foi ao Comptoir du Caviar procurar um mimo para a sogra, que é uma grande apreciadora do produto. Ele não esconde que o que mais o atraiu foi o preço. “Mesmo se é algo que não comemos todos os dias, não há dúvidas que o valor do produto é um diferencial aqui”, salienta.

O estabelecimento abriu há dois meses em Paris e também conta com uma loja em Cannes, no sul da França. Entre os frequentadores, há principalmente grandes conhecedores do produto “em busca de qualidade”, enfatiza Chauvin.

O empresário lamenta, no entanto, ainda não ter clientes brasileiros e diz estar consciente de que uma boa parte da clientela de luxo do Brasil deixou de frequentar Paris devido à crise político-econômica no país. “Mas espero que eles voltem logo”, declara.