rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Christine Lagarde Tribunal Julgamento

Publicado em • Modificado em

Justiça francesa declara Lagarde, diretora do FMI, culpada de negligência

media
Christine Lagarde foi declarada culpada pelo Tribunal de Justiça da República REUTERS/Yuri Gripas

A Justiça francesa declarou nesta segunda-feira (19) a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) Christine Lagarde culpada de "negligência" que permitiu um enorme desvio de fundos públicos quando era ministra da Economia da França, mas a dispensou de cumprir pena.


A ex-ministra francesa da Economia (2007-2011) não compareceu ao tribunal para ouvir a leitura da decisão do Tribunal de Justiça da República (CJR) em Paris. Ela corria o risco de pegar até um ano de prisão e € 15 mil de multa.

Em 2007-2008, Lagarde ratificou uma decisão que resultou no pagamento de uma indenização de € 403 milhões ao empresário Bernard Tapie.

Durante quase 20 anos, ele havia movido uma ação contra o banco Crédit Lyonnais, controlado pelo Estado, acusando a instituição financeira de tê-lo prejudicado na operação de venda da Adidas, que pertenceu ao seu grupo empresarial.

Administração Sarkozy

A arbitragem de Lagarde, conforme avaliaram os magistrados que instruíram o caso no Tribunal de Justiça da República, foi, no entanto, marcada por uma série de "negligências graves".

A decisão foi anulada posteriormente, por meio de um recurso apresentado no governo de François Hollande. O suposto desvio de dinheiro público teria favorecido outros membros da administração Sarkozy, como o ex-chefe de gabinete de Lagarde, Stéphane Richard, que também responde a um processo judicial.