rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris França Escultura Rodin Leilão

Publicado em • Modificado em

Escultura milionária de Rodin será leiloada em Paris

media
A escultura "Andrômeda", do artista francês Auguste Rodin. REUTERS/Charles Platiau

"Andrômeda", escultura de mármore de Auguste Rodin que permaneceu 130 anos nas mãos de uma família chilena, será leiloada no final deste mês em Paris, cidade que também dedica uma grande exposição ao célebre escultor francês.


Com um preço estimado entre € 800 mil e € 1,2 milhão, "Andrômeda", que representa a figura da mitologia grega deitada sobre uma pedra, pertenceu à família do diplomata chileno Carlos Morla Vicuña.

Em 1888, Morla Vicuña, embaixador do Chile em Paris, pediu ao amigo Auguste Rodin (1840-1917) que realizasse, em mármore, o busto da sua esposa, Luísa. A escultura foi exposta no mesmo ano no Salão Nacional de Belas Artes, gerando tanto entusiasmo que a França manifestou interesse em adquiri-la. Morla Vicuña aceitou ceder o busto, atualmente exposto no Museu d'Orsay, na capital francesa.

Agradecimento de Rodin

Como agradecimento, Rodin presenteou o casal chileno com a obra "Andrômeda", que permaneceu na família durante quatro gerações. O trabalho de Rodin foi encontrado recentemente "durante um inventário em um apartamento de alguns descendentes de Morla Vicuña, em Madri", explicou Bruno Jaubert, diretor-adjunto da Artcurial, responsável pela venda.

A obra será exposta ao público em Paris, Bruxelas, Viena, Milão e de novo na capital francesa, antes de ser leiloada, em 30 de maio deste ano. Com 28 cm de altura, 30 cm de comprimento e mais de 20 kg, a escultura representa "Andrômeda" nua e adormecida, deitada em uma pedra com a cabeça de perfil.

Existem cinco exemplares da "Andrômeda", três deles conservados em museus (Museu Rodin de Paris, Museu Nacional de Belas Artes de Buenos Aires e Museu Rodin da Filadélfia). O quarto foi leiloado em 2006, em Nova York, por US$ 3 milhões, segundo Jaubert.