rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Um pulo em Paris
rss itunes

Entenda como funciona a eleição presidencial francesa

Por Silvano Mendes

 Como acontece a cada cinco anos, os franceses vão às urnas neste domingo (23) para escolher o próximo presidente da República. Esse pleito já entrou para a história como um dos mais incertos do país, com quatro candidatos vindos de tendências políticas totalmente distintas capazes de chegar ao segundo turno, que acontece em 7 de maio. Mas além dessa particularidade, a eleição presidencial francesa conta com uma série de curiosidades.

 Uma das principais características da eleição francesa é o fato de que, ao contrário do Brasil, o voto não é obrigatório. No entanto, isso não quer dizer que a população não se interesse por política. Dos mais de 66 milhões de habitantes, cerca de 47 milhões de pessoas estão inscritas nas chamadas listas eleitorais.

Outra diferença com relação ao pleito brasileiro é que a urna eletrônica ainda não conquistou os franceses. Das 36 mil cidades do país, menos de 100 votam eletronicamente. Os demais ainda usam o sistema manual, com cédula de papel.

Mesmo assim, os resultados são divulgados rapidamente. Tradicionalmente, cerca de duas horas após o fechamento das seções eleitorais, os nomes dos dois concorrentes para o segundo turno são divulgados.

Conheça mais detalhes e curiosidades sobre o ritual da eleição presidencial na França clicando na foto acima. 

Crise migratória na Europa é tema de filmes no 70° Festival de Cannes

Espetáculos humorísticos e shows contra Marine Le Pen marcam reta final da eleição francesa

Em Londres, fotógrafo Peter Kennard cria imagens sobre absurdo das guerras

Relação de Andy Warhol com banda rock Velvet Underground vira mostra em Metz

"CrônicasTropicais" de Pedro Varella levam imaginário brasileiro a Paris

Mito da Street Art, britânico Bansky cria parque de diversões efêmero em Bristol

Verão europeu tem diversos festivais de música eletrônica ao ar livre