rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Um pulo em Paris
rss itunes

Verão antecipado lota bares à beira do rio Sena em Paris

Por Adriana Moysés

O verão no hemisfério norte só começa oficialmente no dia 21 de junho, mas Paris já tem ares de festa. Com os dias mais longos - atualmente amanhece às 6h e escurece às 22h -, e as temperaturas acima de 23 graus, os franceses tiram a toalha de piquenique do armário e vão para a rua aproveitar o clima de verão.

Além do piquenique compartilhado com os amigos em parques, praças, na bacia de La Villette (19° distrito), no Canal de Saint Martin (10° e 11° distritos) ou nas passarelas do rio Sena, a cidade ganhou, nos últimos anos, uma intensa vida noturna à beira do rio.

A prefeitura fechou pistas expressas, antes utilizadas por carros, e transformou essas marginais em áreas para pedestres. No início, muitos parisienses e moradores da periferia, que usavam essas vias para ir ao trabalho, reclamaram do projeto. Mas com a instalação de equipamentos de qualidade, a transformação do espaço urbano em área de lazer conquistou o público. Os cais do Sena ganharam barcos reformados, as famosas "péniches", transformadas em bares, restaurantes e baladas, animadas por DJs até o amanhecer.

Piquenique, vinho e paisagem

Na margem direita do Sena, o parque "Rives de Seine", inaugurado em abril passado no trecho do cais que vai do túnel de Tuileries (1° distrito) à saída do túnel Henri IV (4° distrito), oferece uma extensa faixa de gramado, bancos, brinquedos para crianças, instrumentos esportivos, bares e restaurantes. O visitante tem 3,3 km de passeio na margem do rio, em meio ao conjunto arquitetônico tombado pelo patrimônio mundial da Unesco. Um ponto de referência é a "péniche" MR Mademoiselle Rose, perto da prefeitura de Paris.

Já na margem esquerda, o ponto mais frequentado atualmente fica nas imediações da ponte Alexandre III, entre o 7° e o 8° distritos, com acesso pela Esplanada dos Inválidos. No local, os bares Rosa Bonheur, Le Faust (também restaurante e club) e Concorde Athantique (dançante), entre outros estabelecimentos, vivem lotados a partir da "happy hour". Mais adiante, no 5° distrito, na altura dos jardins da Catedral de Notre Dame, a "péniche" La Nouvelle Seine abriga três espaços: bar, restaurante e teatro flutuante. Em frente à Biblioteca Nacional, no 13° distrito, as "péniches" Petit Bain e La Dame de Canton estão sempre animadas.

Em julho, a programação de verão irá crescer com o projeto Paris Praia, cuja principal novidade neste ano será a inauguração de três piscinas na bacia de La Villette.

Dois anos após atentados de Paris, oito pessoas continuam hospitalizadas

Campanha é criticada por incitar prostituição entre universitários na França

Mais de 10 mil pessoas foram multadas após jogar bituca de cigarro nas ruas de Paris

Famílias francesas têm menos filhos e mais mulheres sozinhas no comando

Políticos franceses não podem mais contratar familiares, mas primeira-dama ganha cargo oficial

Bailes populares e striptease de bombeiros são tradição na festa nacional francesa

Prefeitura de Paris vai lançar marca própria de cerveja produzida em parque da cidade