rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Um pulo em Paris
rss itunes

França inaugura linha de trem ultrarrápida entre Paris e região vinícola de Bordeaux

Por Adriana Moysés

A temporada de férias de verão começa oficialmente neste sábado (1) na França e vai até o fim de agosto. A companhia ferroviária francesa SNCF aproveita a ocasião para lançar duas novas linhas de altíssima velocidade: Paris-Bordeaux, no sudoeste, e Paris-Rennes, na Bretanha (oeste), dois trajetos que podem ser opções interessantes de transporte para turistas brasileiros que gostam de viajar de trem.

A partir deste fim de semana, os 594 km do trajeto Paris-Bordeaux poderão ser percorridos em apenas 2h04, contra 3h14 anteriormente. Entre Paris e Rennes, porta de entrada da Bretanha, região conhecida pelas belas praias, além das deliciosas crepes, o usuário levará apenas 1h25, contra 2h04 atualmente.

Para adaptar os trilhos à alta velocidade dos trens novos em folha, a SNCF fez investimentos vultosos e cinco anos de obras. Um esforço que será prestigiado pelo presidente francês, Emmanuel Macron, neste sábado, ao inaugurar o trajeto entre Paris e Rennes.

Com as linhas ultrarrápidas, a França dá mais um passo na modernização de seu sistema ferroviário. Essa escolha é contestada por uma parcela da população, preocupada com o custo elevado da infraestrutura em comparação com a oferta de passagens aéreas de companhias low cost e dos trajetos rodoviários, que podem sair mais baratos. Mas a SNCF garante que as linhas serão rentáveis no futuro.

Passageiros privilegiam conforto do trem

As viagens de trem também são consideradas mais agradáveis por uma série de comodidades: menos tempo de espera, acesso direto ao centro das cidades e conforto para a leitura e o trabalho, fatores que pesam na escolha dos usuários. Uma prova dessa percepção é que desde o lançamento das novas linhas LGV, em maio, a companhia já vendeu 1 milhão de passagens.

Outra opção para quem vem passar o verão na França e deseja viajar pelo país sem gastar muito dinheiro são as novas linhas de ônibus operadas pelas companhias Flixbus, Ouibus e Isilines, além da Eurolines. Os preços de trajetos podem ser consultados no site http://www.comparabus.com/fr/.

Macron e Zuckerberg afinam projeto de regulamentação das redes sociais

França tenta regulamentar uso de patinetes elétricas para evitar acidentes

Incêndio em Notre-Dame levanta debate sobre preservação do patrimônio na França

França registra criação de empregos, mas "coletes amarelos" mantêm protestos

Pirâmide do Louvre comemora 30 anos com instalação do artista urbano JR

França se prepara para possível ação de black blocs durante 19° ato dos “coletes amarelos”

Associações propõem que políticos franceses vivam 15 dias “na pele de um pobre”

Humoristas francesas de stand up dão novo fôlego às causas feministas

Francês se aposenta com 62 anos, mas contribui 40 anos para receber a metade do que ganhava na ativa

Incêndios na mesma semana em CT do Flamengo e Paris levantam questões de segurança

Prostituição: Conselho Constitucional da França valida lei que pune clientes

“Coletes amarelos”: Macron organiza debates com franceses e reconquista popularidade

Depredação de radares vira "basta" a suposta "indústria da multa" na França

Fracasso de “Passe Livre” em Paris levanta debate sobre transporte gratuito nas metrópoles

Franceses enfrentam 2019 com imposto retido na fonte e multiplicação de movimentos sociais