rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Paris Olímpiadas Paris 2024 Anne Hidalgo

Publicado em • Modificado em

COI anuncia hoje oficialmente Paris como sede das Olimpíadas em 2024

media
Anne Hidalgo, prefeita de Paris, está em Lima para o anúncio da cidade como sede das Olimpíadas de 2024 REUTERS/Mariana Bazo

Os membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) colocam um fim nesta quarta-feira (13) ao suspense envolvendo o anúncio de Paris como a cidade-sede das Olimpíadas de 2024, cem anos depois dos Jogos de 1924.


Paris disputava a vaga com Los Angeles, que organizará o evento em 2028, segundo um acordo concluído no último dia 31 de julho entre o Comitê e a cidade americana. A decisão será anunciada oficialmente às 15h no horário de Brasília.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, chegou a Lima, no Peru, na sexta-feira (8) passada, acompanhada da delegação francesa. “A França inteira se mobiliza por Paris 2024 e para receber o mundo todo”, declarou Hidalgo nesta terça-feira (12).

O presidente francês Emmanuel Macron deveria participar do evento em Lima hoje mas teve que mudar sua agenda por conta da passagem do furacão Irma nas Antilhas francesas. Ele esteve em Saint Martin e hoje está em São Bartolomeu, duas das ilhas mais afetadas pela catástrofe.

Desde sua chegada ao poder, Macron multiplicou as iniciativas para favorecer a candidatura de Paris, e chegou a ir a Lausanne, na Suíça, em julho, para defender a capital. “Estamos prontos, o momento é bom para o país”, disse.

A escolha de Paris como sede das Olimpíadas tem gosto de revanche, depois das derrotas de 1992, 2008 e 2012. A capital francesa sediou o evento em 1900 e 1924.

Comemoração

Em Paris, uma instalação representando os anéis olímpicos será inaugurada nesta quarta-feira (13) no Trocadero. A cidade também organiza nesta sexta-feira (15) um show no pátio do Hotel de Ville.

Diante das acusações de corrupção envolvendo as Olimpíadas no Rio, os franceses asseguram que haverá transparência total na organização do evento, que a maioria da população considera como uma “boa notícia”.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto francês Ifop, 83% dos entrevistados são a favor da organização do evento em Paris, que deve custar cerca de € 6 bilhões. Parte da infraestrutura utilizada será a mesma construída para a Eurocopa, em 2016.