rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Empresa brasileira traz chocolate orgânico para Salão de Paris

Por Patricia Moribe

O Salão do Chocolate de Paris é ponto de encontro de consumidores, produtores e amantes do cacau. O Brasil marca presença e um dos destaques é a Mendoá Chocolates, da Bahia, que apresenta sua linha de produtos orgânicos.

“Participamos do Salon du Chocolat desde 2009, sempre trazendo alguma novidade; trabalhamos três anos nesta linha em uma de nossas fazendas”, explica Leandro Almeida, diretor da Mendoá. “O cultivo foi feito sem pesticidas e só usando produtos orgânicos. Além disso estimulamos os trabalhadores a viver no campo, a família trabalha na fazenda, as crianças vão à escola, tudo faz parte do nosso projeto social”, acrescenta.

Os suíços são os grandes consumidores do ouro negro, 11,7 kg por ano, segundo dados do instituto Statista, de 2015, seguidos de alemães, britânicos e irlandeses. A França vem em sétimo lugar com 6,7 kg por ano. Já o Brasil fica na faixa de 2,5 kg por ano, equivalentes a 16 barras, segundo levantamento do Ibope Inteligência para a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab).

Gastronomia

“O brasileiro tem uma preferência por um chocolate mais doce, mas isso está mudando, assim como foi com o vinho e o café. Existe uma preocupação maior com o que se consome, o brasileiro está descobrindo o chocolate gastronômico”, diz o diretor da Mendoá, que trouxe a Paris produtos com alto teor de cacau, bem ao gosto europeu.

Almeida explica também que há um aumento da demanda de amêndoas de cacau brasileiras por chocolateiros europeus. “Em 2011, uma amêndoa de cacau do Brasil foi considerada a melhor do mundo e o nosso produto foi um dos finalistas em 2015”, conta.

O Salão do Chocolate de Paris acontece até o dia 1° de novembro.

 

 

"Vitimização de Lula é estratégia do PT para angariar votos", diz cientista político

Sergio Amadeu: combate à desinformação na rede é importante mas não pode virar censura

“Nosso trabalho é mais valorizado fora do Brasil”, diz Sandra Veloso, do Balé Folclórico de Fortaleza

Ilustradora Suppa e Miguel Falabella criam canal no Youtube para crianças de todas as idades

A carne é um objeto de sedução e excitação, diz Júlio Bressane em Locarno

Calixto Neto dança a “ira” para reinventar “corpos minoritários” no Festival Camping, em Paris

"Rever acordos de paz com as FARC é um risco para novo presidente da Colômbia”, diz historiador

Em Arles, Thyago Nogueira, do IMS, divulga fotografia brasileira contemporânea

Cineasta franco-suíço apresenta filme sobre a busca por entrevista com João Gilberto

Documentário brasileiro “Zaatari” revela força e poesia de refugiados sírios na Jordânia

Crise ameaça renovação da classe científica brasileira, diz Marcelo Viana, organizador do Congresso Internacional de Matemáticos

Revista acadêmica francesa lança número especial sobre crise política no Brasil

"Existe um índio dentro de cada brasileiro", diz Ernesto Neto, em cartaz com a escultura monumental GaiaMotherTree na Suíça

Turistas brasileiros cada vez mais interessados em história da arte em Paris

“Riqueza infinita”: apresentador Gilles Bourgarel promove música brasileira há 14 anos na Françar

“Discussão sobre identidade de gênero no teatro é uma tendência mundial”, diz professora da USP que acompanha o Festival de Avignon

Cineasta Lúcia Verissimo defende a importância da preservação da memória de um país