rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Ministro francês acusado de esbanjar dinheiro renuncia
RFI CONVIDA
rss itunes

"Há uma grande correlação entre música erudita e popular", diz cantora Rany Boechat

Por Márcia Bechara

Ela é carioca, veio do teatro, mas acabou conquistando na França um lugar ao sol no panteão dos cantores, seja de música erudita ou popular. O RFI Convida hoje a cantora Rany Boechat, que se apresenta na 9ª edição do Festival Bossa Nova, na Maison de l’Amérique Latine, em Paris.

(Para ouvir a entrevista na íntegra, clique na foto acima)

"O Festival Bossa Nova foi criado pela associação Jazzonotes, com Christophe Dubuis e Jean-Baptiste Amand, e tem a finalidade de promover a música brasileira aqui na França e na Europa", conta a cantora Rany Boechat.

"Trago um repertório para esta edição realmente voltado para a Bossa Nova. Como haverá uma homenagem a Henri Salvador, a gente vai fazer um paralelo do que acontecia no Brasil nesta época em termos musicais. Vamos lembrar Noel Rosa, que eu gosto tanto, Dorival Caymmi, vai ser uma festa", antecipa Rany, que será acompanhada por Sidney Rodrigues ao violão, conhecido por já ter tocado com a cantora Maria Creuza, e pelo pianista Laurent de Oliveira.

"Existe uma correlação muito grande entre música erudita e popular", lembra a cantora Rany Boechat, que vem de uma formação em música clássica na França. "Sempre uma se inspira da outra, a gente nunca sabe qual veio primeiro", afirma, que adora cantar um repertório variado, desde Bossa Nova e Villa-Lobos até Música Barroca, passando até pelo "forró de Gonzagão".

*Para conhecer a programação da 9ª edição do Festival Bossa Nova, clique aqui.

*Para saber mais sobre a trajetória da cantora brasileira Rany Boechat e acompanhar sua agenda de concertos, basta clicar aqui.

Ricupero: Bolsonaro nomear filho embaixador nos EUA “é chocante e sem precedentes”

Rodrigo Ferreira: dos templos evangélicos no Brasil à cena lírica internacional

“O combate à corrupção no Brasil é uma mentira”, diz sociólogo Jessé Souza

Christiane Jatahy em Avignon: “Há no Brasil um pensamento ditatorial para calar a diferença”

“ONU está em alerta para acolher defensores de direitos humanos do Brasil”, diz deputada Renata Souza

“Lutamos tanto para conquistar um pouco de direitos humanos e a gente vai retirar isso?” questiona Marcelo D2 em entrevista em Paris

Acordo UE e Mercosul não é motivo para ufanismo em queda de preços, diz ex-embaixador Graça Lima

Tecnologias do semiárido brasileiro podem ajudar a alimentar imigrantes venezuelanos na Colômbia

"Governo de divisão social, oposto dos anteriores", diz autor de livro sobre Bolsonaro

Advogada do Consulado em Los Angeles analisa situação de brasileiros sem documentos nos EUA

"O ator precisa ter cartas na manga", diz Letícia Spiller sobre carreira de cantora

Brasil não é um dos países que mais usa agrotóxicos, isso é “balela”, diz ministra Tereza Cristina

“Bolsonarismo é uma articulação de radicalismo liberal com autoritarismo social”, diz professor da UERJ

Intolerância a valores progressistas pode impactar na publicidade, diz pesquisadora

Entre identidade e melodia, sambas-enredo "recuperam identidade brasileira", diz intérprete Ana Guanabara

"Camocim", documentário de Quentin Delaroche, recupera juventude idealista do interior de Pernambuco, no caos do esvaziamento ideológico do Brasil

“Negro, gay e comunista”, cubano Bola de Nieve é homenageado pela cantora Fabiana Cozza em Paris