rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Crise

Publicado em • Modificado em

França: funcionárias de casa de repouso são condenadas por maus-tratos

media
As assistentes de enfermagem organizaram uma grande greve no fim de janeiro REUTERS/Philippe Wojazer

Três funcionárias de uma casa de repouso para idosos localizada na cidade de Fumel, no sudeste da França, foram condenadas nesta quarta-feira (28) a quatro meses de prisão com direito à liberdade condicional por “violência voluntária contra pessoas vulneráveis”. As três assistentes de enfermagem continuarão, entretanto, a exercer sua profissão.


A Justiça identificou nove idosos vítimas dos maus-tratos das funcionárias, que trabalharam no asilo francês entre setembro de 2015 e janeiro de 2016. Uma delas, uma enfermeira de 57 anos, foi descrita como uma “chefe” que inspirava medo entre os colegas e os moradores do asilo. As quatro foram demitidas por justa causa em 2016.

Segundo testemunhas, os gestos bruscos, as agressões verbais e as humilhações faziam parte do cotidiano dos idosos. As receitas médicas também não eram seguidas à risca, colocando em risco a saúde dos velhinhos. Uma das assistentes de enfermagem também era alcoólatra.

Condições de trabalho

Segundo procurador francês que tomou conta do caso, em nenhum momento elas disseram estar exaustas, ou reconheceram suas falhas de comportamento. De acordo com ele, o excesso de trabalho poderiam ter sido levadas em conta e beneficiados as funcionárias.

As assistentes de enfermagem que trabalham nesses estabelecimentos recentemente organizaram greves para exigir melhores melhores condições profissionais. A defesa questiona os depoimentos dos idosos e diz que eles foram manipulados pela direção.