rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Suicídio Chefs Culinária

Publicado em • Modificado em

Chef e apresentador americano Anthony Bourdain comete suicídio na França

media
O chef e apresentador americano, Anthony Bourdain Peabody Awards

Anthony Bourdain, chef de cozinha americano, de 61 anos, conhecido internacionalmente graças ao programa de televisão culinário “Parts Unknown”, se matou nesta sexta-feira (8). Ele foi encontrado em seu quarto de hotel em Estrasburgo, no leste da França, por seu amigo francês Eric Ripert, co-proprietário do Bernardin, um dos mais famosos restaurantes de Nova York.


"É com imensa tristeza que confirmamos a morte de nosso amigo e colega, Anthony Bourdain", afirmou a rede de televisão CNN em um comunicado. "Seu amor pelas grandes aventuras, novos amigos, comida e bebida requintadas, além das incríveis viagens pelo mundo fizeram dele um contador de história único. Seus talentos sempre nos fizeram ficar admirados e vamos sentir muita falta dele. Nossos pensamentos e nossas preces estão com sua filha e família nesse momento difícil.”

Chef de formação, Anthony Bourdain passou várias décadas nas cozinhas de vários estabelecimentos, incluindo a Brasserie Les Halles, um restaurante francês localizado no sul de Manhattan. Mas foi sua carreira como autor e apresentador de TV que o tornou conhecido do público.

Em 2000, ele publicou "Kitchen Confidential", um livro no qual conta os bastidores da vida na cozinha e os muitos excessos da vida em Nova York. Ele forjou para si a imagem de um combatente, pensador livre e humanista, que o acompanhou até o fim.

Colegas de trabalho deixam mensagem pela luta contra a depressão

Bourdain apresentou vários programas de TV sobre gastronomia até chegar ao sucesso de "Parts Unknown", transmitido desde 2013 pelo canal de notícias CNN, onde visitava os quatro cantos do mundo em busca de autenticidade, celebrando as mais variadas tradições culinárias.

O apresentador também era conhecido por sua militância contra o assédio sexual em restaurantes e em favor da abertura e integração cultural. Bourdain estava, há vários meses, em um relacionamento com a atriz italiana Asia Argento, que acusa atualmente o produtor Harvey Weinstein de tê-la estuprado. Argento recebeu todo o apoio de Bourdain em sua acusação.

Os colegas de trabalho de Bourdain, emocionados com a morte súbita, fizeram um apelo às pessoas que sofrem ou conhecem alguém que esteja lutando contra a depressão para que elas procurem ajuda profissional.