rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Copa do mundo Argentina

Publicado em • Modificado em

Para torcedores franceses, vitória de 4 a 3 sobre Argentina foi "histórica"

media
Torcedores franceses durante a partida entre França e Argentina em Kazan, na Rússia, no sábado (30). Luis Acosta / AFP

A partida foi no sábado (30), mas a França continua celebrando neste domingo (1°) a vitória de 4 a 3 sobre a Argentina nas oitavas de final da Copa do Mundo. A performance de Kylian Mbappé, autor de dois gols, é considerada histórica e arrancou elogios até de Pelé.


Eles estiveram com os nervos à flor da pele durante mais de 90 minutos, chegaram a pensar que seriam eliminados e sofreram até o último segundo da partida. Depois de uma bela disputa diante de uma das equipes mais temidas da Copa do Mundo, os franceses passaram o fim de semana celebrando a classificação para as quartas de final da competição. 

"Nunca vivi um jogo como esse", diz Marina, do grupo de torcedores franceses Les Irrésistibles (Os Irresistíveis) à rádio Europe 1. A sucessão de gols e a garra das duas equipes deixaram arrepiada a jovem que viu a partida em Kazan, na Rússia. "Não tenho mais voz, mas foi genial!", comemora. 

O enviado especial da RFI à Moscou, Farid Achache, foi assistir à partida em um bar da capital russa, ao lado de franceses que moram na Rússia. "Eles jogaram mais hoje do que nos últimos três jogos juntos", diz um torcedor ao repórter. No final da partida, uma ideia era unânime entre as dezenas de fãs dos "Bleus", como é chamada a seleção francesa: "não precisamos nem de Neymar, nem de Messi!".

Para a rádio France Info, a vitória sobre a Argentina foi "um momento histórico". "Os torcedores franceses tinham os olhos brilhantes quando saíram do estádio. Eles se deram conta que tiveram uma sorte incrível de poder assistir a esse jogo", descreve o jornalista Anthony Jolly, para quem muitos confessaram ter visto "o jogo de suas vidas".

Jornais elogiam performance dos Bleus

A imprensa esportiva francesa não poupa elogios para a equipe comandada por Didier Deschamps. "Os Bleus finalmente realizaram uma disputa épica que esperávamos deles em um Mundial", diz o site Eurosport. "Em uma partida louca, a França dominou a Argentina", diz o jornal L'Equipe. Para os jornais do país, o principal responsável pela vitória foi o jovem Kylian Mbappé, de apenas 19 anos.

O jogador, aliás, caiu nas graças da imprensa internacional. Para o italiano Gazzetta dello Sport, Mbappé é uma "estrela", um atacante "extraordinário". Na capa do espanhol "Marca", a manchete é "Mbappé superstar". Já para o britânico Sunday Times, o jovem atleta é "a maravilha" da seleção francesa, autor de uma "performance deslumbrante".

Muitos jornais comparam Mbappé a Pelé, já que o francês é o mais jovem jogador, desde a época do ex-craque brasileiro, a fazer dois gols em um mata-mata de Copa. Pelé, aliás, publicou uma mensagem no Twitter em homenagem ao francês: "Parabéns, Kylian. Marcar dois gols em uma partida da Copa te coloca em boa companhia! Boa sorte no resto da competição. Exceto contra o Brasil!".