rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Meio Ambiente

Publicado em • Modificado em

França quer proteger corais contra ação de produtos químicos

media
Cientistas se preocupam com "embranquecimento" dos corais do Pacífico. Crédit: David Hannan /Tara Expédition

Desde quinta-feira (1), a humanidade esgotou todos os recursos que a natureza pode renovar em um ano. Vivemos, portanto, no negativo, e nesse dia simbólico, o governo francês anunciou novas iniciativas para proteger seus oceanos e recifes de corais contra a poluição química.


Um estudo encomendado por Brune Poirson, secretária de Estado para a Transição Ecológica e Solidária deverá, dentro de alguns meses, determinar os produtos mais nocivos para os ecossistemas mais frágeis e, em seguida, proibi-los.

 

A Agência Nacional de Segurança da Alimentação e do Meio Ambiente (Anses, na sigla em francês) foi encarregada de apontar os produtos mais perigosos e “propor medidas de controle regulamentar adequadas”.

Cremes solares suspeitos

A Anses “vai apresentar suas conclusões no primeiro trimestre de 2019”, precisou Brune Poirson em Paris. “Não se trata de determinar de repente que os cremes solares não têm mais utilidade, pelo contrário. Por outro lado, será necessário suprimir algumas substâncias nocivas”, disse a secretária de Estado.

O estado americano do Havaí anunciou recentemente a decisão de proibir, a partir de 2021, os produtos solares contendo duas substâncias tóxicas: o oxibenzona e o octinoxate. Um estudo de 2015 mostrava que os recifes de corais, já ameaçados pelo aquecimento global e a acidificação dos oceanos, sofrem com a exposição ao oxibenzona, utilizado nos produtos solares por sua capacidade de absorver os raios ultravioletas.

Os recifes de corais cobrem menos de 1% dos fundos oceânicos, mas são o habitat de 25% das espécies de peixes. Os corais também protegem o litoral e fornecem alimento a cerca de 500 milhões de pessoas no mundo, segundo estimativas. Onze dos 13 territórios ultramarinos da França apresentam recifes de corais.

Combate ao plástico

A nova medida do governo pretende também “propor novas medidas de proteção dos oceanos contra os dejetos, principalmente de plástico”, de acordo com o comunicado. A França adotou um objetivo zero plástico nos oceanos até 2025.