rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Primeira-ministra britânica, Theresa May, anuncia sua renúncia para 7 de junho
Um pulo em Paris
rss itunes

França desativa reatores nucleares por causa de onda de calor

Por Silvano Mendes

A empresa nacional francesa de eletricidade (EDF) decidiu nesta sexta-feira (3) desativar alguns reatores nucleares do país. A medida foi tomada em razão da forte onda de calor que atinge a França e boa parte da Europa.

Dois reatores nas centrais de Saint-Alban e Bugey, no leste da França, foram desativados, e a produção de energia nuclear na usina de Fessenheim, na mesma região, foi reduzida. A decisão foi tomada para evitar o aquecimento do Rhône, rio que tem suas águas usadas para o resfriamento dos reatores. A EDF não exclui diminuir a produção em outras centrais.

A empresa explica que a água usada para resfriar seus reatores é em seguida devolvida ao rio e, diante das altas temperaturas atuais, esse procedimento iria aumentar a sensação de calor na região. Segundo a EDF, a medida não representa nenhum impacto para a segurança das centrais. A França é um dos países do mundo que mais dependem da energia nuclear para gerar eletricidade.

Prefeitura de Paris oferece salas com ar-condicionado

Nesta sexta-feira, 66 dos 101 departamentos franceses foram colocados em estado alerta laranja, penúltimo nível de uma escala que vai até o alerta vermelho. Às 19h, os termômetros em Paris estavam na casa dos 35 graus e no sul do país a temperatura deve atingir 40 graus nos próximos dias.

Temendo a situação de 2003, quando mais de 15 mil pessoas, a maioria idosos, morreram vítimas de uma onda de calor histórica, várias medidas foram tomadas pelas autoridades. Além de colocar os hospitais e asilos em vigilância, salas públicas com ar-condicionado foram instaladas nos diferentes bairros de Paris.

A prefeitura também possui um dispositivo no qual voluntários telefonam diariamente aos mais vulneráveis (idosos, pessoas com deficiência e doentes) para saber se estão passando bem e hidratados. Para isso basta se inscrever na lista de seu bairro.

A onda de calor deve continuar pelo menos até terça-feira (7).

Macron e Zuckerberg afinam projeto de regulamentação das redes sociais

França tenta regulamentar uso de patinetes elétricas para evitar acidentes

Incêndio em Notre-Dame levanta debate sobre preservação do patrimônio na França

França registra criação de empregos, mas "coletes amarelos" mantêm protestos

Pirâmide do Louvre comemora 30 anos com instalação do artista urbano JR

França se prepara para possível ação de black blocs durante 19° ato dos “coletes amarelos”

Associações propõem que políticos franceses vivam 15 dias “na pele de um pobre”

Humoristas francesas de stand up dão novo fôlego às causas feministas

Francês se aposenta com 62 anos, mas contribui 40 anos para receber a metade do que ganhava na ativa

Incêndios na mesma semana em CT do Flamengo e Paris levantam questões de segurança

Prostituição: Conselho Constitucional da França valida lei que pune clientes

“Coletes amarelos”: Macron organiza debates com franceses e reconquista popularidade

Depredação de radares vira "basta" a suposta "indústria da multa" na França

Fracasso de “Passe Livre” em Paris levanta debate sobre transporte gratuito nas metrópoles

Franceses enfrentam 2019 com imposto retido na fonte e multiplicação de movimentos sociais