rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris Segunda Guerra Mundial Ópera de Paris

Publicado em • Modificado em

Munição da Segunda Guerra Mundial é encontrada no subsolo da Ópera de Paris

media
A Ópera Garnier, no 9° distrito de Paris, escondia munição da época da época da Segunda Guerra Mundial. Reuters

Pedreiros que trabalhavam no subsolo da Ópera Garnier, no 9° distrito de Paris, fizeram uma insólita descoberta. Em uma laje do monumento, eles encontraram munição escondida desde a época da Segunda Guerra Mundial.


O subsolo da célebre Ópera Garnier, em pleno centro da capital francesa, parece ter sido o local escolhido por soldados alemães para esconder munição, na época da ocupação nazista em Paris, entre 1940 e 1944. A descoberta foi registrada na segunda-feira (6).

Pedreiros que trabalham no subsolo deste que é um dos principais monumentos parisienses encontraram cerca de 30 cartuchos de balas P181 da marca alemã Mauser e dois carregadores. A empresa é até hoje uma célebre fabricante de armamentos na Alemanha.

Os objetos estavam dissimulados em uma laje interna da Ópera Garnier, debaixo da rua Scribe, região altamente frequentada por turistas em Paris. A munição foi entregue à polícia francesa.

Bomba de 230 quilos em Rouen

Descobertas como essas não são incomuns na Europa. Frequentemente, bombas e materiais explosivos da Segunda Guerra Mundial são encontrados não detonados.

No início deste mês, pedreiros da cidade de Rouen, no norte da França, se depararam com uma bomba de 230 quilos, descoberta durante uma reforma no bairro ecológico de Flaubert. Uma operação para desativar o material será realizada no próximo domingo, 12 de agosto. Para isso, 600 moradores devem ser retirados da região e um perímetro de 270 metros em torno do local será isolado.