rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Um pulo em Paris
rss itunes

França debate projeto de lei contra fake news durante campanhas eleitorais

Por Silvano Mendes

Não é apenas no Brasil que a questão das notícias falsas que circulam na internet, principalmente durante as campanhas políticas, preocupa as autoridades. A França debate nesse momento um projeto de lei contra as chamadas fake news.

O projeto, que será analisado a partir de 26 de setembro pelos parlamentares franceses, visa instaurar um regime especial que entraria em vigor durante os três meses que antecedem todas as eleições de âmbito nacional. A lei prevê mais transparência e a cooperação das redes sociais para checar as informações, além da possibilidade para os internautas de denunciar notícias falsas entrando em contato diretamente com as autoridades. O texto também prevê que as fake news sejam apagadas em menos de 48 horas.

Diante do caráter globalizado dos fatos divulgados na internet, o projeto de lei também mobiliza o Conselho Superior do Audiovisual francês (CSA), que poderá suspender a difusão dos canais que divulgarem informações falsas, mesmo em caso de canais controlados por um país estrangeiro. O texto é apresentado como um complemento à lei de liberdade de imprensa do país, em vigor desde 1881.

No entanto, o assunto ainda divide e os opositores à medida temem que a nova legislação possa, de alguma forma, representar uma censura. Por essa razão o projeto foi rejeitado na primeira vez que foi apresentado no Senado, em julho.

Porém, a lei que volta a ser discutida na semana que vem tem fortes chances de ser aprovado, pois a maioria do governo é favorável ao texto. Isso porque, durante a campanha presidencial no ano passado, o então candidato Emmanuel Macron foi acusado de possuir contas secretas. A informação foi desmentida rapidamente, mas desde então o agora presidente e seus partidários decidiram atacar as fake news.

Manifestação de "coletes amarelos" fecha lojas, museus e cancela eventos em Paris

Movimento dos “coletes amarelos” contesta fim de imposto para os mais ricos na França

Ongs francesas convocam boicote à Black Friday e propõem "sexta-feira verde"

Movimento dos “coletes amarelos” une extrema direita e esquerda radical na França

Cemitérios parisienses são ricos em história, cultura e biodiversidade

LGBT: doação de sangue e inseminação artificial levantam debate sobre discriminação na França

Marielle, Bolsonaro e revisionismo: franceses incrédulos com extrema direita

França cria loteria para salvar patrimônio histórico em situação de risco

Aumento da violência e radicalização política no Brasil preocupam imprensa francesa

Aplicativos para decifrar rótulos de alimentos e cosméticos conquistam franceses

Loteria e sites de aposta lucram na França às vésperas da final da Copa do Mundo