rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Internet Imprensa Hackers

Publicado em • Modificado em

Governo francês se mobiliza contra a pirataria informática nas empresas

media
A cibercriminalidade, voltou a preocupar as empresas depois do ataque de hackers a 50 milhões de contas do Facebook, na semana passada. Fotomontagem RFI

A imprensa francesa desta segunda-feira (1°) se preocupa com a criminalidade no espaço digital, especialmente depois do ataque de hackers a 50 milhões de contas do Facebook na semana passada. O governo francês, aliás, anuncia uma campanha de sensibilização contra a pirataria informática que, apenas no ano passado, atingiu uma a cada três empresas na França. 


O jornal Les Echos diz que o Facebook afirmou ter corrigido a falha em sua segurança que permitiu que hackers tivessem acesso a 50 milhões de contas da plataforma, mas até o momento, "o caso ainda não foi completamente esclarecido", publica. Como disse o próprio vice-presidente do Facebook, talvez a identidade dos autores deste ciberataque não seja jamais descoberta, embora uma investigação esteja sendo realizada, com ajuda do FBI.

Os sucessivos escândalos balançam o Facebook, que teve um crescimento econômico três vezes inferior do esperado no último trimestre e viu suas ações protagonizarem uma queda de 3% depois do anúncio da falha de segurança, na última quinta-feira. Les Echos também ressalta que a confiança dos internautas também foi extremamente abalada depois do caso da empresa Cambridge Analytica há alguns meses, fazendo com que um quarto dos usuários americanos apagassem a aplicação do Facebook em seus celulares. 

Estratégias contra ciberataques

"Como evitar os cyber ataques" é uma das manchetes do jornal Aujourd'hui en France desta segunda-feira. O diário traz várias dicas para os internautas protegerem seus dados. Uma das regras mais básicas é não contar toda a sua vida pessoal nas redes sociais para evitar que essas informações possam cair nas mãos de hackers. Outra recomendação do diário é não ceder às chantagens de pedidos de pagamentos de contas ou usuários desconhecidos. 

"Prudência ao abrir os e-mails ou links suspeitos", alerta Aujourd'hui en France, já que hackers se aproveitam da falta de atenção das pessoas para enviar vírus em mensagens que podem parecer originárias das empresas em que trabalham. Outra dica importante é sempre atualizar os navegadores, já que versões antigas do Chrome, do Firefox ou do Internet Explorer estão mais vulneráveis a cyberataques. 

Pensando na proteção das empresas e dos empregados, o governo francês coloca em funcionamento a partir de hoje um site no qual os internautas podem verificar a veracidade e a segurança de endereços de e-mails e de sites. Segundo o Aujourd'hui en France, até mesmo grandes companhias francesas, como a L'Oréal e a Renault, demonstraram ter sistemas vulneráveis a ciberataques. Apenas no ano passado, as fraudes informáticas custaram € 6 bilhões às empresas da França.