rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Literatura Charles Baudelaire Cartas Leilão

Publicado em • Modificado em

Carta de suicídio de Baudelaire é leiloada por mais de € 200 mil em Paris

media
A primeira prova do mítico "Flores do Mal", anotada à mão pelo poeta Charles Baudelaire, em 1857. Wikipedia

Ele não chegou realmente a se suicidar, mas morreu 22 anos, de sífilis. Um dos mais famosos poetas franceses do século XIX, autor de “Flores do Mal”, Charles Baudelaire teve uma carta, onde anunciava sua intenção de se matar, escrita durante a juventude, leiloada neste domingo (4) por € 234 mil [quase R$ 1 milhão], cerca de três vezes o valor esperado pela casa de leilões francesa Osenat.


Ponto alto do leilão, esta carta de Baudelaire, datada de junho de 1845 e endereçada a sua amante, Jeanne Duval, foi estimada inicialmente entre € 60 mil e € 80 mil.

Ela agora fará parte de uma coleção particular, segundo a casa de leilões, localizada em Fontainebleau, nos arredores de Paris.

"Quando a senhorita Jeanne Lemer lhe der esta carta, eu estarei morto (...) me suicidei porque não posso mais viver, porque o cansaço de adormecer e o cansaço de acordar me são insuportáveis", escreve o poeta. Ele tentará se esfaquear, no entanto, sem consequências sérias.

Na época da carta suicida, Baudelaire tinha 24 anos, e ainda viveria outros 22 anos. Ele morreu em 1867, atormentado pela sífilis.

Outros textos de Baudelaire estão à venda. Cartas de Barbey d'Aurevilly, Delacroix, Victor Hugo e Manet, endereçadas a ele, também serão leiloadas nesta coleção.

O valor da carta do pintor Eugène Delacroix a Baudelaire foi antecipado pelo museu Delacroix em € 7.540 euros, anunciou a casa de leilões Osenat em um comunicado.