rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
A Semana na Imprensa
rss itunes

Figurinos de Jean Paul Gaultier para Portela já despertam interesse dos franceses

Por Adriana Moysés

A edição francesa da revista Vogue destaca esta semana a parceria concluída entre o estilista francês Jean Paul Gaultier, conhecido como o "Enfant Terrible" da moda, e a escola de samba Portela para a criação de fantasias para o Carnaval do Rio de 2019. Gaultier aceitou criar figurinos para uma ala da Portela ao lado da premiada carnavalesca Rosa Magalhães.

Esta é a primeira vez que uma "maison" internacional de moda colabora com uma escola de samba brasileira. Gaultier ficou mundialmente conhecido pelos sutiãs em forma de cone usados pela cantora Madonna, por ter feito homens desfilarem de saia e pelas blusas listradas inspiradas no uniforme de marinheiro, uma marca registrada do estilista. Sem receio de quebrar tabus, ele entrou para a história da moda por ter banalizado a alta-costura, com uma mistura de referências pop e um discurso acessível que agrada tanto franceses quanto estrangeiros.

No final de outubro, Gaultier visitou o barracão da Portela na Cidade do Samba, teve a primeira reunião de trabalho com Rosa Magalhães, encontrou-se com o presidente da escola de samba, Luis Carlos Magalhães, e assistiu a uma apresentação especial com passistas e a bateria da Portela. Ficou acertado que Gaultier também desfilará em um carro alegórico.

Aos 65 anos, o estilista francês vive mais uma experiência de sucesso. Em Paris, ele está à frente do Fashion Freak Show, um espetáculo entre teatro de revista e comédia musical, de concepção moderna, que retraça sua trajetória de mais de 40 anos no mundo da moda. O musical está em cartaz no Folies Bergère, o tradicional cabaré parisiense.

Proximidade com o público

Desde 2014, Gaultier não produz mais prêt-à-porter e se concentra apenas nos desfiles de alta-costura e nas lucrativas linhas de perfume. Mas continua esbanjando simpatia e criatividade. Ele é um dos poucos costureiros franceses reconhecido nas ruas. Essa relação de proximidade com o público vem de suas origens. Gaultier nasceu em uma família modesta da periferia de Paris e começou sua carreira como aprendiz de Pierre Cardin.

Ao assinar com a Portela, ele abraça a festa mais popular do Brasil. O tema da escola para o Carnaval de 2019 será uma homenagem à cantora Clara Nunes, que morreu em 2 de abril de 1983. Vai ter muito azul na avenida, biquínis brilhantes e paetê, penas coloridas e outras fantasias sensuais que só Jean-Paul Gaultier ousa fazer.

Ortopedista russo faz algumas crianças com paralisia cerebral recuperar movimentos na Espanha

Manifesto de 50 médicos, magistrados e políticos pede legalização da maconha na França

Ao atacar universidade, Bolsonaro visa uma juventude que lhe é hostil, diz Safatle

Técnica da seleção francesa de futebol visa troféu e não dá bola para sexismo

A alguns dias das eleições europeias, imprensa francesa analisa "epidemia populista" no Velho Continente

O ministério da "incultura" do Brasil deve alimentar debates no Festival de Cannes

Evangélicos concorrem com muçulmanos em busca de novos fiéis nas periferias francesas

Coquetéis molotov e aplicativos que distorcem vozes: como os coletes "ultra-amarelos" planejam a "revolução"

‘Anti-Bolsonaro’, presidente mexicano encarna uma ‘renovação da esquerda’, diz revista francesa

Porta-voz negra e feminista de Macron quebra códigos da política francesa

Jovens franceses vivem com naturalidade ruptura da binaridade homem-mulher

Primeiro trimestre do governo Bolsonaro é uma “bagunça”, diz revista francesa

Polícia francesa adota regras para abordagem e prisão de transgêneros