rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Fotógrafa francesa Charlotte Dafol expõe em Paris imagens de ocupações brasileiras

Por Márcia Bechara

O RFI Convida nesta segunda-feira (12) a fotógrafa francesa Charlotte Dafol, que inaugura em Paris a exposição “Ocupação Povo Sem Medo”- “L’utopie est une pratique”, “A Utopia é uma prática”, em português. A mostra fica em cartaz até o fim de novembro na École Normal Supérieure (ENS), na capital francesa.

*Para ver a entrevista na íntegra, clique no vídeo abaixo

Charlotte Dafol mora desde 2013 no Brasil, entre Porto Alegre e Rio de Janeiro. Ela conta que a aproximação com o projeto Povo Sem Medo, frente brasileira de mobilização composta por mais de 30 movimentos nacionais, aconteceu quando decidiu morar dentro desses “squats”, como são chamadas as ocupações na Europa.

“Morei muitos anos dentro de ocupações. Faz menos de um mês que deixei de morar em uma delas”, conta a parisiense, que hoje reside em uma uma comunidade localizada nos arredores do centro do Rio de Janeiro. “Participei também de ocupações políticas, como o Ocupa Minc (Ministério da Cultura), em 2016. Minha aproximação com o Povo Sem Medo aconteceu realmente na prática, sem câmera, até por questões de segurança”, diz.

Mas foi quando se mudou para a capital carioca é que Charlotte descobriu o universo de ocupações maiores, mais organizadas, com movimentos sociais e “até 70 famílias”. “Cheguei lá com essa proposta, disse que eu era fotógrafa e que gostaria de acompanhar o processo de construção. Fui muito bem-recebida e percebi o quanto a fotografia era importante para eles, para a autoestima, às vezes é legal um olhar de fora sobre o cotidiano”, conta a fotógrafa independente.

“Em tempos de segregação no Brasil, jovens são os mais atacados”, diz professor em Paris

Crise na Igreja Católica brasileira é uma das razões da diminuição de fiéis, explica sociólogo

“Discurso de ódio de Bolsonaro favorece ataques contra imprensa”, diz representante da RSF no Brasil

“Torre das Donzelas é um convite à resistência”, diz cineasta que reviveu presídio feminino durante a ditadura

“Acredito na resiliência do setor cultural”, diz assessor da Ancine sobre riscos para fomento

“Não queremos reviver luta armada”, diz diretora de documentário sobre ex-guerrilheiro

“Somos massacrados pela música comercial da pior qualidade”, diz trombonista Raul de Souza

Brasil rejeita presença africana desde século 19, diz Beatriz Mamigonian, especialista em escravidão moderna

“Bolsonaro é uma ameaça aos indígenas do Brasil”, diz cacique Tanoné em visita à França

Professor da Unicamp apresenta em Paris dispositivo alternativo para imersão sonora

Atualidade política inspira 21ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris

“Eu nunca me aquietei artisticamente”, diz cantora Flávia Bittencourt em turnê pela Europa

Escritora italiana Lisa Ginzburg lança livro de amor e tragédia no Brasil dos orixás

Filme sobre destruição de marco zero do Rio traz triste paralelo com atualidade

DJ Marcelinho da Lua lança álbum “Insolente” e diz: “Mundo atual está precisando de provocação”

Arte “ecológica” de Manfredo de Souzanetto volta a ser exposta na Europa

Apesar dos retrocessos no país, literatura brasileira vive um bom momento, avalia Henrique Rodrigues

“Literatura LGBT não deve virar rótulo”, diz escritora Cristina Judar em Paris