rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Um pulo em Paris
rss itunes

Pirâmide do Louvre comemora 30 anos com instalação do artista urbano JR

Por Adriana Moysés

A Pirâmide do Museu do Louvre, um dos monumentos mais conhecidos dos turistas que visitam Paris, completa 30 anos nesta sexta-feira (29). Uma série de eventos programados até domingo celebram este aniversário, incluindo uma instalação gigantesca do fotógrafo e artista urbano francês JR. O local também foi escolhido por brasileiros que moram na capital para lembrar, no domingo, os mortos e desaparecidos durante a ditadura no Brasil. O regime militar começou com o golpe do dia 31 de março de 1964 e durou até 15 de março de 1985.

Os preparativos para comemorar os 30 anos da Pirâmide do Louvre, projeto do arquiteto sino-americano Ieoh Ming Pei, começaram há seis dias. O monumento, que serve de entrada principal ao Louvre, o museu mais visitado do mundo (10 milhões de entradas em 2018), foi cercado por uma instalação de JR, o "rei da colagem", prestigiado em todo o mundo. No Brasil, JR ficou conhecido por financiar, desde 2009, o projeto social A Casa Amarela, no morro da Providência, no Rio de Janeiro, e por ter levado a cantora Madonna para conhecer esse espaço cultural, em 2017.

JR gosta de virar o mundo do avesso. Há três anos, ele fez a Pirâmide do Louvre desaparecer, colando em suas faces um papel que reproduzia a fachada do museu em preto e branco. Desta vez, ele cria novamente uma ilusão de ótica, utilizando um papel que dá a impressão de que a Pirâmide é muito maior e emerge de dentro da terra.

Quatrocentos voluntários trabalharam, nos últimos dias, para fazer essa colagem gigantesca, montada como um quebra-cabeças na Cour Napoléon. O artista explicou que a ideia é fazer com que as pessoas vejam a Pirâmide sob um ângulo diferente, que saiu de sua imaginação e da imaginação coletiva dos franceses. A colagem é a maior feita pelo artista até hoje. A proposta é atrair a curiosidade para o que existe embaixo do monumento.

Construção provocou controvérsia

O projeto do arquiteto Pei provocou controvérsia na época em que foi encomendado pelo então presidente socialista François Mitterrand, em 1983. A pirâmide de vidro e metal foi considerada moderna demais em contraste com a arquitetura do palácio, que foi a sede do governo monárquico francês desde a época dos Capetos medievais até o reinado de Luís XIV.
No início, o Louvre foi concebido como uma fortaleza medieval, ampliada e reformada ao longo de 800 anos.

Crédito imobiliário muito barato causa explosão no preço dos imóveis na França

Um ano após lei contra assédio de rua, França registra apenas 700 queixas

Amazon aumenta taxas de fornecedores para escapar de impostos na França

França ameaça tirar habilitação de motorista que dirigir falando no celular

Secador de cabelo de ouro e jantares de rei: ministro francês nega abusos e permanece no cargo

Hipódromo cria novas atrações e conquista público diversificado em Paris

Festa da Música mostra a grande diversidade de músicos profissionais e amadores franceses

Empresas francesas têm comprado silêncio de mulheres que denunciam casos de assédio

Festival de Cannes questiona limites da arte com filme que beira pornografia

Macron e Zuckerberg afinam projeto de regulamentação das redes sociais

França tenta regulamentar uso de patinetes elétricas para evitar acidentes

Incêndio em Notre-Dame levanta debate sobre preservação do patrimônio na França

França registra criação de empregos, mas "coletes amarelos" mantêm protestos