rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

França Riqueza Luxo Economia

Publicado em • Modificado em

Dono do grupo de luxo LVMH desbanca Bill Gates e se torna segundo mais rico do mundo

media
Bernard Arnault, presidente do grupo LVMH, é o francês mais rico do mundo e se aproxima do todo da lista das maiores fortunas do planeta. REUTERS/Stephane Mahe

Bernard Arnault, presidente do grupo de luxo LVMH, se tornou a segunda fortuna mundial, de acordo com o ranking realizado pela revista Forbes e a agência Bloomberg. O francês desbanca o co-fundador da Microsoft, Bill Gates, mas ainda fica atrás de outro americano, o criador da Amazon, Jeff Bezos, que lidera a lista.


Segundo os números divulgados nessa quarta-feira (17), a fortuna de Arnault está avaliada em US$ 105,1 bilhões, contra US$ 103,7 para Bill Gates. Há sete anos o fundador da Microsoft oscilava entre o primeiro e o segundo lugar da lista.

Aos 70 anos, Arnault, que já é o francês mais rico do mundo, adicionou à sua fortuna US$ 39 bilhões, apenas no ano passado. Ele beneficia principalmente da boa saúde financeira do grupo LVMH, do qual detém cerca de metade do capital com sua família.

O conglomerado, que reúne marcas de moda como Louis Vuitton, Dior e Fendi, mas também as fabricantes de bebidas como os champanhes Moët & Chandon, Krug e Veuve Clicquot, registrou em 2018 um faturamento recorde de € 48,6 bilhões, além de uma progressão de 50% na bolsa apenas este ano.

Bezos lidera a lista, apesar de divórcio que custou US$ 38 bilhões

Porém, tanto Arnault quanto Gates ainda estão longe de alcançar o patrimônio do fundador da Amazon, estimado em US$ 125 bilhões. Bezos, aliás, se manteve na liderança na lista apesar do divórcio com MacKenzie Bezos em junho deste ano. A separação custou US$ 38 bilhões ao marido e fez da esposa a quarta mulher mais rica do mundo.

O ranking dos cinco mais ricos do mundo é completado pelo investidor Warren Buffet e o dono do Facebook, Mark Zuckerberg.