rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Tunísia : Boca de urna aponta vitória do professor Kais Saied

França Defesa dos Animais

Publicado em • Modificado em

Dono de pantera que passeava em telhado na França se entrega, mas animal desaparece

media
Uma pantera negra foi capturada quando caminhava nos telhados de Armentières Captura de vídeo

Após semanas foragido, o dono de uma pantera negra capturada em setembro quando passeava pelo telhado de um prédio no norte da França se entregou à polícia nesta terça-feira (1°). Ele é acusado de ter mantido o animal ilegalmente em um apartamento. Já o felino, que havia sido levado para um organismo especializado, foi roubado e continua desaparecido.


Aconselhado por seu advogado, o dono do animal se apresentou na delegacia e foi imediatamente detido para averiguações. Ele é o proprietário do apartamento de onde a pantera escapou no dia 18 de setembro, antes de ser vista andando no alto do prédio de três andares em Armentières, no norte do país.

Além de manter uma espécie selvagem ilegalmente em cativeiro, o homem é acusado de maus-tratos por ter cortado as unhas do felino. A polícia informou que ainda é cedo para falar de um tráfico organizado de animais, já que a investigação está apenas começando. Mas já se sabe que o suspeito será julgado por ter colocado a vida dos vizinhos em risco, pois a pantera escapou de sua casa e chegou a entrar rapidamente pela janela aberta de um dos apartamentos do prédio.

Ele corre o risco de uma pena de um ano de prisão e € 15 mil de multa.

Pantera foi roubada

Pesando cerca de 30 kg e com aproximadamente dez meses de idade, o felino foi capturado pelos bombeiros e levado para um zoológico de Maubeuge, uma cidade vizinha, antes de ser transferido para um organismo especializado em cuidar de espécies selvagens domesticadas. No entanto, o animal foi roubado na noite de 24 de setembro.

A prefeitura de Maubeuge abriu um inquérito e lançou uma investigação. Os funcionários do zoológico se disseram preocupados com a saúde de animal, “fragilizado e sem forças”. Até a noite desta terça-feira, a pantera continuava desaparecida.