rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Imprensa dia da mulher

Publicado em • Modificado em

Mulheres em destaque nos jornais franceses

media
Dia internacional da mulher é manchete nos jornais franceses deste 8 de março de 2011. RFI

Neste Dia Internacional da Mulher, a imprensa enfoca a posição feminina atual sob diversos ângulos. Apesar dos progressos, ainda há um longo combate pela frente.


O diário econômico Les Echos publica uma matéria em página dupla sobre o sucesso de oito mulheres de diferentes áreas, que estão no auge de sua carreira. Chef de restaurante, diretora de investimentos, advogada, cientista, presidentes de empresas, economista e diretoras de hotel e canal de televisão, todas contam o seu percurso e explicam a sua concepção de vitória no mundo do trabalho. Algumas dicas: elas estão convencidas de que dar às mulheres todas as oportunidades para que mostrem seu talento não é apenas uma questão de igualdade, mas também uma necessidade econômica. Com duas exceções, todas participam de associações femininas, considerando que é uma forma de discutir e trocar ideias inovadoras.

Le Figaro, de direita, analisa que poucas mulheres ocupam cargos de direção no serviço público francês e que uma deputada do partido UMP já propôs cotas de 40% de mulheres até o ano de 2017. Assim, depois da vida política e do universo empresarial, agora o combate será no funcionalismo público. Os números provam a desigualdade: atualmente, apenas 20,3% de mulheres ocupam cargos de direção, um grande atraso em relação aos países do norte da Europa, que já fixaram essas cotas de 40%.

O diário Libération, de esquerda, enfoca este dia de forma provocadora e inteligente, destacando a ação de Olivia Chaumont, uma arquiteta transsexual no mundo da franco-maçonaria francesa. Exclusivamente masculina, a instituição acabou aceitando a mudança do ex-membro e iniciou um profundo debate sobre os direitos das mulheres. O artigo conclui, poeticamente, que Olivia é uma feminista que acredita no lado humano dos homens.

O jornal católico La Croix tem uma bela primeira página com uma montagem de fotos de mulheres políticas francesas. La Croix analisa que a igualdade de sexos na política progrediu e comenta que nos países árabes, a presença feminina é bem forte na mobilização contra as ditaduras.

Terminando nossa leitura, o comunista L'Humanité lembra que é tempo de preencher as brechas do preconceito.