rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Israel e Egito não têm interesse em romper relações diplomáticas

Por Elcio Ramalho

A escalada de violência na Faixa de Gaza continua com os ataques de Israel contra o território palestino em resposta a tiros de morteiros lançados por movimentos radicais. A trégua anunciada por Israel e Hamas continua muita frágil e a tensão voltou à região depois do atentado realizado na quinta-feira da semana passada no sul de Israel contra três ônibus.

Os ataques deixaram 8 mortos e em sua resposta, as forças israelenses invadiram o território egípcio numa ação que terminou também com a morte de 5 policiais locais. A ação desencadeou uma crise diplomática entre os dois países que assinaram um tratado de paz em 1979. Autoridades do Cairo acusam Israel de romper o acordo e exigem desculpas formais de Israel. Uma comissão conjunta dos países deve investigar a ação.

Eleições na Turquia: quem são os cinco candidatos que vão enfrentar Erdogan?

Permissão para mulheres sauditas dirigirem pode impulsionar indústria automotiva

Argentina usará parte do empréstimo do FMI para conter escalada do dólar

Trump prefere jogar culpa nos democratas a assumir ônus da separação dos menores e seus pais

Candidato mais cotado à presidência da Colômbia coloca em risco acordo com as Farc

Londres: um ano após incêndio na Torre Grenfell, 68 famílias seguem sem moradia

Trump vai convencer Kim Jong-Un a abandonar o programa nuclear da Coreia do Norte?

Pipas incendiárias lançadas de Gaza destroem 20 km de plantações em Israel

Após queda de premiê, população mantém protestos na Jordânia contra austeridade

Restrições a importações de carros pode gerar guerra comercial entre Alemanha e EUA

Espanha: governo de Sánchez terá extrema-esquerda e partidos pró-independência

Governo de Rajoy é derrubado por moção de censura no Parlamento da Espanha

Veto contra lei da eutanásia em Portugal: nenhum partido quis pagar o ônus político de uma legalização

Itália: eleitores desaprovam rejeição do voto popular em escolha de chefe de governo

Espanha: um dos maiores casos de corrupção da Europa pode afastar Rajoy