rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Queniano Eliud Kipchoge termina Maratona de Berlim em 2h03 e vence a prova
Saúde
rss itunes

Cientistas franceses rejuvenescem células de pessoas de 100 anos

Por Ana Carolina Peliz

Uma equipe de pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França (CNRS) e do Instituto da Saúde e da Pesquisa Médica (Inserm), dirigida por Jean Marc Lemaitre, da Universidade de Montpellier, conseguiu rejuvenescer células de doadores com mais de 100 anos e provar que o envelhecimento celular pode ser reversível. Reprogramadas in vitro, as células dos doadores encontraram sua juventude e as características de células tronco embrionárias. Outros trabalhos desse tipo já tinham sido desenvolvidos, mas esta é a primeira vez que se consegue este resultado com células de pessoas de idade tão avançada, como nos explica Jean Marc Lemaitre, diretor da pesquisa. Mas segundo o geneticista especialista em envelhecimento celular e dos organismos, da Escola Nacional Superior de Lyon e do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, Hugo Aguilaniu, ainda é muito cedo para sonhar com a eterna juventude.

Nova fórmula de remédio para tireoide causa problemas para milhares de pessoas na França

Desreguladores endócrinos: um perigo presente nos produtos do dia a dia

Exame de sangue para detectar Síndrome de Down chega aos hospitais públicos franceses

Conheça o "burn out parental", distúrbio que vem sendo detectado em pais e mães

Pesquisa na França mostra que cães detectam câncer de mama com 100% de precisão