rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Saúde
rss itunes

Cientistas franceses rejuvenescem células de pessoas de 100 anos

Por Ana Carolina Peliz

Uma equipe de pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França (CNRS) e do Instituto da Saúde e da Pesquisa Médica (Inserm), dirigida por Jean Marc Lemaitre, da Universidade de Montpellier, conseguiu rejuvenescer células de doadores com mais de 100 anos e provar que o envelhecimento celular pode ser reversível. Reprogramadas in vitro, as células dos doadores encontraram sua juventude e as características de células tronco embrionárias. Outros trabalhos desse tipo já tinham sido desenvolvidos, mas esta é a primeira vez que se consegue este resultado com células de pessoas de idade tão avançada, como nos explica Jean Marc Lemaitre, diretor da pesquisa. Mas segundo o geneticista especialista em envelhecimento celular e dos organismos, da Escola Nacional Superior de Lyon e do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, Hugo Aguilaniu, ainda é muito cedo para sonhar com a eterna juventude.

Desreguladores endócrinos: um perigo presente nos produtos do dia a dia

Exame de sangue para detectar Síndrome de Down chega aos hospitais públicos franceses

Conheça o "burn out parental", distúrbio que vem sendo detectado em pais e mães

Pesquisa na França mostra que cães detectam câncer de mama com 100% de precisão

Cientistas franceses descobrem nova molécula que pode tratar mal de Alzheimer

É preciso quebrar o silêncio sobre a depressão de pilotos, afirma psiquiatra

Especialistas divergem sobre perigos e benefícios do cigarro eletrônico

Pacientes omitem sintomas dos médicos após cirurgia refrativa, diz estudo

Após décadas de pesquisas, anticoncepcional masculino não chega às farmácias