rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Assange provoca guerra diplomática entre Quito e Londres

Por Leticia Constant

Diante da Embaixada do Equador em Londres, continuam concentrados muitos manifestantes que apoiam Julian Assange, refugiado no local desde junho passado.  Ao lado dos solidários com o fundador do site Wikileaks, um grande número de policiais britânicos, que cercam há dias o prédio no bairro de Knightsbridge.

O correspondente em Londres, Ulisses Netto, explica com detalhes o imbroglio e conta que os diplomatas equatorianos não aceitam a ameaça do Reino Unido invadir sua embaixada com base em uma lei local da década de 80, em que poderiam retirar o seu estatuto de instalação diplomática. Se isto acontecer, a polícia pode invadir o local sem ferir, teoricamente, a Convenção de Viena, que determina que representações diplomáticas são invioláveis pelas autoridades locais.

 

ONG de extrema-direita europeia freta navio para barrar migrantes no Mediterrâneo

Sob pressão, governo de centro-esquerda italiano revê política migratória

Clima esquenta em Brasília com possibilidade de novas denúncias contra Temer