rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Assange provoca guerra diplomática entre Quito e Londres

Por Leticia Constant

Diante da Embaixada do Equador em Londres, continuam concentrados muitos manifestantes que apoiam Julian Assange, refugiado no local desde junho passado.  Ao lado dos solidários com o fundador do site Wikileaks, um grande número de policiais britânicos, que cercam há dias o prédio no bairro de Knightsbridge.

O correspondente em Londres, Ulisses Netto, explica com detalhes o imbroglio e conta que os diplomatas equatorianos não aceitam a ameaça do Reino Unido invadir sua embaixada com base em uma lei local da década de 80, em que poderiam retirar o seu estatuto de instalação diplomática. Se isto acontecer, a polícia pode invadir o local sem ferir, teoricamente, a Convenção de Viena, que determina que representações diplomáticas são invioláveis pelas autoridades locais.

 

Carnaval de Gallipoli, na Itália, valoriza tradições da época do Império Romano

Protestos fascistas e influência de Berlusconi marcam campanha eleitoral na Itália

Olimpíadas de Pyeongchang podem ser "os jogos da paz" entre as duas Coreias?

Eleitores vão às urnas para votar versão equatoriana do “Ficha Limpa”

Pedido de vista no julgamento de Lula seria um balde de água fria na militância