rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Reportagem
rss itunes

Liquidações de inverno começam na França, de olho nos turistas estrangeiros

Por Danilo Rocha Lima

Começaram nesta quarta, em toda a França, as famosas liquidações de inverno. A queima de preços nas lojas francesas pode chegar até os 70%. Móveis, eletrônicos, eletrodomésticos e, é claro, roupas, são os principais produtos comercializados. Para se ter uma idéia da importância das liquidações, um terço das vestimentas francesas é comercializado durante este período.

Em 2013, os franceses devem continuar encolhendo o orçamento destinado às liquidações, pelo sexto ano seguido. Em média, 220 euros, cerca de 590 reais serão gastos por comprador. Em tempos de crise, os franceses querem economizar e, por isso, fazem das liquidações de inverno o principal momento do ano para consumir e aproveitar os preços baixos.

Apesar das principais vendas serem efetuadas em lojas, as compras realizadas pela internet já correspondem a um grande volume dos produtos negociados. Cerca de 70% dos franceses afirmam utilizar a rede para preparar suas compras ou adquirir seus produtos sem sair de casa. Os turistas já representam mais de trinta por cento das compras em liquidação. Entre os principais consumidores, sauditas, russos, chineses e brasileiros.Mas, apesar da fama de grandes consumidores, os brasileiros, sejam eles turistas ou moradores na França parecem adotar a cautela na hora de aproveitarem as liquidações francesas.

Ouça nesta reportagem declarações de consumidores franceses e brasileiros, nas principais ruas comerciais de Paris.

Situação dos EUA gera avanços na COP 22, diz brasileira do Greenpeace

Franceses e brasileiros começam o ano em Paris sonhando com paz e trabalho

Retrospectiva: 2015 foi marcado pelo terrorismo e pela crise migratória

Manifestantes contra a COP 21 criticam proibição de realizar protestos

“Espero que o Brasil reveja sua posição sobre a Venezuela”, diz Mauricio Macri

França dará "resposta forte" aos atentados de Paris, afirma especialista

Relação entre armas legais e criminalidade não é consenso entre pesquisadores

Sucesso da COP21 depende de China aceitar revisão de metas de emissões

Fórum oferece estágios para bolsistas do Ciência sem Fronteiras na França

Candidatos à presidência da Argentina querem melhorar relação com o Brasil