rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Aluguel Imprensa Imprensa Francesa Jornais Franceses Papa Papa Francisco Páscoa Usain Bolt

Publicado em • Modificado em

Jornais franceses analisam sucesso do papa Francisco entre católicos

media
Os jornais franceses Le Figaro e Le Parisien destacam hoje em suas capas a enorme popularidade do papa Francisco. RFI

A popularidade em alta do papa Francisco, confirmada ontem durante os festejos da Páscoa no Vaticano, é uma das manchestes principais da imprensa francesa desta segunda-feira, 1° de abril de 2013.


"O papa Francisco em estado de graça" é a manchete de Le Figaro, que  vem ilustrada com a foto do Sumo Pontífice sorridente, em carro aberto, cumprimentando milhares de pessoas reunidas na Praça São Pedro, no Vaticano.

Foi diante de uma multidão entusiasmada que o papa celebrou a missa de Páscoa, escreve o jornal conservador. Uma das datas mais importantes para Igreja Católica terminou ontem em um clima festivo e o ex-arcebispo de Buenos Aires confirmou seu estilo, afirma Le Figaro em seu editorial.

Para o diário, Francisco lembrou o papa João Paulo 2°, cujas aparições faziam os católicos exultarem de alegria. Nos últimos 15 dias, tudo pareceu lindo pela televisão, com belas imagens de seu sorriso e de suas iniciativas, como lavar os pés de menores em um centro de detenção em Roma.

Nesta sociedade do espetáculo apareceu um novo ator simpático e talentoso, afirma o jornal. Mas agora os católicos agora aguardam as primeiras decisões do líder da Igreja, diz Le Figaro apontando alguns temas sensíveis, como a mudança na liturgia e na governança da Cúria Romana.

Já o popular Le Parisien diz em sua manchete que estamos diante de uma "Franciscomania", um termo para definir o entusiasmo provocado pelo novo papa nos fiéis católicos. A foto resume a imagem do novo líder: do papamóvel, Francisco se inclina com uma expressão atenta de quem está ouvindo o pedido de alguém no meio da multidão. Os católicos estão seduzidos não apenas pelo tom e a personalidade, mas também pela mensagem de Francisco, escreve o jornal.

Entre os gestos fortes deste início de pontificado, Le Parisien cita a escolha de um carro simples, dispensando a limusine papal, sua instalação em um apartamento sem luxo com outros religiosos no Vaticano e a missa de lava-pés na Quinta-Feira Santa. Leitores ouvidos pelo diário parisiense disseram que o papa Francisco passa a imagem de proximidade com pobres e muitos dizem que ele despertou a vontade de voltar a assistir missa.

Mercado imobiliário

Libération dedica sua reportagem principal ao fim, nesta segunda-feira, da chamada "trégua de inverno", período em que os inquilinos não podiam ser expulsos por falta de pagamento de aluguel.

O jornal repercute a proposta de criar um seguro serviria de garantia aos proprietários em caso de inadimplência dos inquilinos por motivos variados como perda de emprego ou outra situação imprevisível.

"Mas quem iria pagar esse seguro?", questiona Libération. O governo não tem dinheiro. O ideal, diz o editorial, seria que proprietários e inquilinos chegassem a um acordo para dividir essa fatura.

O esportivo L'Equipe acompanhou a passagem de Usain Bolt pelo Rio de Janeiro e deu detalhes da estadia do astro das pistas que se apresentou nas areias de Copacabana. Depois de 150 metros de exibição, ele cumprimentou a multidão e garantiu voltar para os Jogos de 2016, mas sem prometer quebrar novos recordes. Pelos 4 dias de visita, o "Raio", como é conhecido, embolsou mais de R$ 500 mil.