rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Meio Ambiente
rss itunes

Antropólogo explica origens de conflito indígena em Humaitá

Por Lúcia Müzell

O aumento da tensão entre índios tenharim e moradores de Humaitá, no sul do Amazonas, reflete uma problemática antiga, iniciada nos anos 70, com a construção da rodovia Transamazônica. Esta é a constatação de Edmundo Antonio Peggion, antropólogo especialista nos tenharim e pesquisador da Universidade Estadual Paulista, em entrevista à Rádio França Internacional.

A BR-230 atravessou reservas indígenas e até hoje os tenharim reclamam uma “compensação” pelas perdas e mortes ocasionadas pela estrada. Na ausência de um acordo, os índios instalaram um pedágio para arrecadar fundos, contrariando os habitantes que passam pelo local. A tensão aumentou depois que um importante cacique foi encontrado morto e, semanas depois, três homens brancos sumiram na rodovia, em dezembro.

A demora na investigação sobre os desaparecimentos inflamou a população, que incendiou carros e a sede da Funai em protesto. Agora, tropas do Exército garantem uma trégua na região.

Ouvido pela RFI, o pesquisador explica as razões históricas para este ápice da tensão. Para escutar a entrevista, clique em ouvir.

Como a Dinamarca quer se tornar o primeiro país com agricultura 100% orgânica

Problema da água no Brasil não é técnico e sim cultural, diz especialista em recursos hídricos israelense

Diante de inércia dos governos, cresce mobilização cidadã contra mudanças climáticas

Sede da COP24, Katowice é exemplo da transição ecológica na Polônia

Fórum da Paz: somente cooperação global poderá conter a ameaça climática

Acabar com a demarcação de terras indígenas é um crime, uma catástrofe, diz ambientalista

"Bolsonaro teme que combate ao aquecimento global tire soberania brasileira da Amazônia", diz especialista

Ativistas veganos por trás de ataques aos açougues na França afirmam que ações violentas são necessárias

Portugal dá passos concretos em direção ao fim do uso de combustível fóssil

Ambientalistas analisam programas dos presidenciáveis: de desastrosos a simplistas, poucos passam pelo crivo

Franceses são obrigados a cortar milhares de árvores para instalação de fibra ótica