rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Fato em Foco
rss itunes

Prova de corrida em montanha reúne mais de 40 brasileiros em Chamonix

Por RFI

Começou na segunda-feira (25) e termina no domingo, em Chamonix, na França, o Ultra Trail do Mont Blanc, que reúne as provas de corrida em montanha mais difíceis do mundo. Um grupo de 47 brasileiros ultramaratonistas está participando da competição, que envolve cinco provas de diferentes níveis.

A prova mais difícil é a UTMB (sigla para Ultra Trail do Mont Blanc), conhecida, segundo os próprios corredores, como "a corrida de todos os superlativos", que acontece nesta sexta-feira, com oito brasileiros inscritos. Este é a versão original da prova.

São 168 quilômetros, 9.600 metros de subida, sete vales, 71 geleiras e 400 montanhas, atravessando três países: França, Suíça e Itália. O tempo máximo de execução da prova é de 46 horas, mas os corredores que chegam em primeiro lugar, em geral, demoram apenas 20 horas para terminar o percurso.

O casal de utramaratonistas brasileiros Leonardo Maciel e Eugênia Del Vigna integram a turma de brasileiros que está em Chamonix. Eles correram nesta quinta-feira, na prova conhecida como OCC (Orsières – Champex - Chamonix). A largada aconteceu às 8h, em Orsières, situada no Vale d’Entremont na Suíça, e o trajeto inclui uma parte da UTMB.

Eugênia e Leonardo estão correndo na mesma prova pela primeira vez na competição. Eugênia, que já era maratonista de rua, se apaixonou pelo esporte depois de conhecer Leonardo, que há dois anos participou do Ultra Mont Blanc. Hoje a vida dos dois é pautada pela rotina do preparo físico para as corridas, que ocupa todo o tempo livre. São quatro saídas semanais, além de longos treinamentos de várias horas no fim de semana.

Um estilo de vida para poucos, que exige também uma alimentação regrada e visitas frequentes ao fisioterapeuta. Quando Leonardo participou da prova em 2012, Eugênia só viajou como acompanhante. Agora os dois esperam aproveitar ao máximo os vales e montanhas de Chamonix, a meca dos praticantes do esporte, apesar de uma lesão no tornozelo que impedirá a brasileira de correr nas subidas.

"É a Copa do Mundo das Corridas"

"É a Copa do Mundo da corrida de trilha, do Trail Running. O UTMB é a versão original da prova e existem várias outras provas que fazem parte deste percurso. Para participar dela, é preciso ter acumulado pontos em outras provas de longa distância", explica Eugênia. Ela e o marido devem ficar em Chamonix até o dia 31. "É muito bom. Toda a cidade vive no ritmo da corrida, com a camiseta da prova, as pessoas se cumprimentam… Conhecemos pessoas de todos os países, que encontramos em outras provas pelo mundo."

Leonardo e Eugênia já correram outras duas provas juntos, uma delas para celebrar a lua de mel do casal, a Lavaredo Ultra Trail, na Itália, e o El Cruce, em fevereiro deste ano, entre a Argentina e o Chile. Para a prova desta quinta-feira, a expectativa de Leonardo é aproveitar o máximo possível do percurso.

"O Mont Blanc tem um significado especial porque foi aqui que eu trouxe a Eugênia pela primeira vez e a gente se apaixonou. E também quem participa dessa prova, e começa a conhecer os grandes nomes do esporte, vê que é aqui que tudo acontece. E se você conhece o local e vem aqui pela primeira vez, esse Mont Blanc imponente, é mágico."

 

Para brasileiros em Paris, violência urbana no Brasil ainda é pior que terrorismo

Pesquisa aponta que franceses aceitariam menos liberdade em troca de segurança

Nova regra francesa de doação de sangue impõe abstinência sexual para doadores gays

Campanha contra bullying prejudica imagem do professor, dizem sindicatos da França

Presença do Irã em negociações sobre a Síria é essencial para a paz

Motivo de polêmica no Enem, Simone de Beauvoir foi fundamental para o feminismo

Analista em Berlim diz que só "base recosturada" pode afastar impeachment de Dilma