rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Linha Direta
rss itunes

Alemanha realiza primeiro julgamento contra membro do Estado Islâmico

Por RFI

Começou nesta segunda-feira (15) perto de Frankfurt, na Alemanha o primeiro processo contra um membro do "Estado Islâmico" no país. O jovem Kreshnik Berisha, de 20 anos, é acusado de fazer parte do grupo terrorista. O alemão, de família originária do Kosovo, foi preso no aeroporto internacional de Frankfurt em dezembro do ano passado.

Do correspondente da RFI em Berlim, Marcio Damasceno

Segundo a promotoria, Kreshnik se converteu ao Islã em 2011 e teria viajado para a Síria, onde teria participado de combates contra o governo do presidente Bashar al-Assad. O jovem alemão pode pegar até 10 anos de prisão, mas a promotoria está disposta a reduzir a pena para três a quatro anos em troca de informações do réu.

O governo alemão, assim como o governo de outros países ocidentais, está bastante preocupado com o recrutamento de jovens por grupos radicais islâmicos para lutarem ao lado dos jihadistas na Síria e no Iraque. No fim da semana passado, o governo alemão proibiu todas as atividades no país relacionadas ao "Estado Islâmico", seja a propaganda para o grupo em redes sociais seja em eventos, como manifestações e campanhas de arrecadação de dinheiro em prol do grupo terrorista que já tomou grande parte do Iraque, saqueando e matando e que também ocupa parte do território sírio.

Aliciamento de jovens

Na Alemanha, existem atualmente grupos muito ativos de radicais muçulmanos que tentam aliciar, converter jovens para o radicalismo muçulmano. Os grupos salafistas atuam distribuindo alcorão nas ruas, distribuindo brindes, promovendo palestras e também por meio de propaganda na internet.

Os principais alvos são jovens que estão sem perspectiva de vida e que estão em situação de crise existencial. Kreshnik Berisha, por exemplo, era atleta de um time de futebol judaico e jogava com a estrela de Davi no peito, segundo o ex-técnico dele. Ou seja, a sua conversão foi realmente radical, porque ele não era um ativista muçulmano que se radicalizou.

Preocupação de ataque terrorista na Alemanha

Autoridades alemãs afirmam que não existem ate agora indícios de que atentados estejam sendo planejados dentro do país. Mas existe o medo de que os jihadistas que retornem à Alemanha vindos da Síria ou Iraque possam realizar atos terroristas dentro do país.

Desde 2011, o governo calcula que mais de 400 jovens deixaram a Alemanha para combater ao lado dos jihadistas na Síria e no Iraque. Cerca de 100 deles teriam retornado, e em torno de 25 deles teriam tido experiências de combate. Segundo o governo alemão, esses jovens passam a representar um sério risco para a segurança interna do pais.

 Para ouvir a análise completa, basta clicar no ícone acima.
 

Cubanos celebram 500 anos de Havana com eventos culturais e festas pelas ruas

Proposta de eutanásia para quem "está cansado de viver" cria polêmica na Bélgica

Transporte público, bicicleta, cafezinho do próprio bolso: conheça a filosofia finlandesa de respeito ao dinheiro público

Bolívia tenta sair do vácuo de poder e evitar cenário de guerra civil

Sob embalo de vitória de Lula, esquerda latino-americana se reúne em Buenos Aires

Deputados árabes de Israel fazem greve de fome contra violência e inação da polícia

Congresso americano começa a votar trâmite de impeachment do presidente Donald Trump

Ventos semelhantes a furacão colocam Califórnia em alerta máximo contra incêndios

Número de refugiados e migrantes venezuelanos no mundo vai superar em breve o de sírios

Uma pedra no sapato de Bolsonaro: o peronismo volta ao poder na Argentina

Argentina: peronista Alberto Fernández pode vencer eleições presidenciais no 1° turno

Espanha exuma restos mortais de Franco, enterrado ao lado de vítimas da guerra civil

Realizando protestos diários, Catalunha monopoliza debate político antes de eleições legislativas

Evo Morales enfrentará inédito segundo turno na Bolívia e perde controle no Congresso