rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

"Cannes é o festival mais importante do mundo": Kleber Mendonça Filho, diretor

Por Silvano Mendes

Um ano depois de brilhar no Festival de Cannes com seu longa "Aquarius", o cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho volta à Riviera francesa, desta vez como presidente do júri da Quinzena dos Realizadores, uma das mostras paralelas mais importantes do festival.

O diretor constata que o cinema brasileiro tem crescido muito nos últimos dez anos, com participações em eventos internacionais: "Cannes, é claro, é o festival mais importante do mundo, é o que valorizou o aspecto artístico autoral nestas mostras que fazem ele ser o que ele é. E tem também no mercado dos filmes. Então, a nossa participação tem sido muito grande e isso vem de um sucesso de políticas públicas, que foram bem pensadas e bem desenvolvidas ao longo dos últimos 15 anos", comenta.

Já do ponto de vista político, Kleber define como muito triste a situação atual no Brasil. "Ano passado, quando fizemos o protesto no tapete vermelho, tínhamos muito medo que acontecesse o que está acontecendo no último ano", relata o cineasta. "O golpe se tornou cada vez mais claro e hoje está completamente exposto em relação ao que nós observamos um ano atrás", completa. 

"Você não pode entender o Brasil sem entender a nossa violência", diz Patrícia Melo

“Toda tradução é uma traição”, diz tradutora dos clássicos de Perrault

Conheça Matthieu Doat, o “francês do samba”, que lança em Paris novo projeto musical entre França e Brasil

“O melhor urbanismo incentiva as relações sociais, criando uma vida de bairro”, diz Elizabeth de Portzamparc

Karim Aïnouz conta na Berlinale a vida de refugiados em aeroporto alemão

Aplicativo brasileiro de reciclagem que conecta catadores e população é premiado em Paris

“A emoção do rádio é impagável”, diz o narrador esportivo José Silvério

Carnaval revela essência da sociedade brasileira, diz antropólogo Roberto DaMatta

Internet ajudou a criar manifestações de revolta sem líderes, diz psicanalista Ana Costa

“Paul Bocuse adorava o Brasil,” diz chef de cozinha Laurent Suaudeau

“Quem precisa ser pacificada no Rio é a própria polícia”, afirma especialista em favelas

Opinião: Analistas e imprensa europeia têm visão “deformada” do “mito Lula”

“Brasil atual lembra momentos sombrios da história do país”, diz escritor Godofredo de Oliveira Neto

“Incompetência intercultural dificulta relações franco-brasileiras”, alerta linguista francês