rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Acidente África do Sul Minas Mineiros Ouro

Publicado em • Modificado em

200 mineiros podem estar presos em mina ilegal na África do Sul

media
No dia 6 de fevereiro, incêndio em mina de ouro Harmony havia causado a morte de oito trabalhadores. REUTERS/Siphiwe Sibeko

Mais de 200 homens podem estar presos em uma mina de ouro ilegal a leste de Joanesburgo, na África do Sul. Os trabalhadores desceram no sábado (15), mas não conseguiram sair depois da queda de uma rocha que bloqueou a entrada da mina, aberta ilegalmente atrás de um estádio de críquete no bairro de Benoni.


“Conseguimos nos comunicar com uns 30 mineiros presos. Eles nos disseram que abaixo deles havia outros 200 homens”, declarou à agência AFP Werner Vermaak, porta-voz da organização de socorros de emergência ER24.

Ainda não é possível confirmar o número de 200 pessoas. A prefeitura fala em 30 soterrados. “Estamos fazendo de tudo para resgatá-los”, declarou Roggers Mamaila, porta-voz dos serviços de emergência de Ekurhuleni, que abrange Benoni.

As equipes de resgate utilizam equipamentos de escavação pesados, mas, segundo Vermaak, “o acesso ao local é muito difícil”. O alerta sobre a situação foi dado por policiais que passavam pelo local. Eles foram avisados por um pedestre que ouviu gritos vindos do subsolo.

Acidentes frequentes

Apesar dos esforços para evitá-los, os acidentes nas minas sul-africanas são frequentes, tanto nas legais quanto nas ilegais. O país é rico em minerais.

Há duas semanas, oito mineiros morreram em um incêndio em uma mina de ouro a oeste de Joanesburgo. Em julho de 2009, oito trabalhadores perderam a vida após a queda de pedras em uma mina de platina, e no mesmo ano 82 pessoas morreram durante um incêndio em uma mina de ouro desativada.

Desde 23 de janeiro, o setor está em greve por aumentos de salários. Cerca de 80 mil mineiros, empregados das três maiores produtoras mundiais de platina, estão mobilizados.