rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • França: Polícia afirma ter abatido Chérif Chekatt, suspeito do atentado de Estrasburgo
  • França : Governo decide reabrir feira de Natal de Estrasburgo após ataque terrorista

Nepal Viagra

Publicado em • Modificado em

Homem morre no Nepal durante briga pelo "viagra do Himalaia"

media
O fungo, conhecido como o viagra do Himalaia, é considerado precioso pelos nepaleses. AFP

Um homem morreu e três ficaram feridos em uma região montanhosa remota do Nepal durante um confronto por causa de um fungo de grande valor, conhecido como "o viagra do Himalaia". O produto é alvo frequente de disputas na região.


A cada ano, milhares de pessoas no Tibete e Nepal buscam o Cordyceps sinensis, conhecido na região como yarchagumba. O parasita, que cresce no corpo de uma lagarta, é encontrado apenas durante determinadas épocas do ano, e muito procurado por suas supostas virtudes afrodisíacas.

De acordo com Keshab Raj Sharma, governador do distrito ocidental de Mugu, "uma pessoa morreu e três ficaram feridas quando um grupo de 10 saqueadores abriu fogo de forma indiscriminada", antes de roubar o fruto da colheita. As autoridades locais enviaram uma equipe de policiais ao local do confronto na quarta-feira, mas os agentes só conseguiram chegar nesta sexta-feira.

Nenhuma equipe médica conseguiu ter acesso ao local. Um helicóptero ambulância teve que retornar por causa do mau tempo.

O yarchagumba, que significa "planta estival, inseto invernal" em tibetano, cresce a mais de 3.500 metros de altura. Ele se implanta em uma lagarta, que vai matando lentamente, e se desenvolve a partir do corpo do inseto. Na China, onde é utilizado em medicamentos, o "viagra do Himalaia" é vendido por preços elevados.

Este não foi o primeiro confronto provocado pelo Cordyceps sinensis. Em 2009, nove pessoas morreram em um confronto sobre os direitos de colheita.