rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Síria Guerra civil Terrorismo carro-bomba Grupo Estado Islâmico Al-qaeda

Publicado em • Modificado em

Carro-bomba mata ao menos 18 pessoas na Síria

media
Carro-bomba em Damasco, na Síria: ao menos 18 mortos. REUTERS/Firas Makdesi

Pelo menos dezoito pessoas morreram neste domingo (2) num atentado suicida ocorrido na zona leste de Damasco, capital da Síria.


Outras quinze pessoas ficaram feridas, entre civis e militares, quando o carro-bomba explodiu matando o seu condutor, segundo informações do Observatório Sírio dos Direitos do Homem.

A capital síria tem sido relativamente poupada da guerra civil que destrói o país desde 2011. Mas dezenas de pessoas têm morrido vítimas de atentados suicidas na cidade.

Atacada pelo grupo Estado Islâmico e pela Al-qaeda

No dia 15 de março, dois atentados suicidas reivindicados pelo grupo Estado Islâmico atingiram Damasco em menos de duas horas, matando 32 pessoas num tribunal e num restaurante.

Poucos dias antes, outro ataque duplo deixou 74 mortos, muitos deles peregrinos xiitas que faziam o seu recolhimento religioso nos mausoléus da parte antiga da cidade de Damasco. A autoria do atentado foi assumida pela Frente Fateh al-Cham, uma antiga ramificação do grupo Al-qaeda na Síria.

A guerra civil na Síria já fez mais de 320 mil mortos, além de provocar o êxodo de milhões de refugiados.