rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Acordo do Brexit recebe apoio preliminar do Parlamento britânico

Vulcão Bali Turismo

Publicado em • Modificado em

Vulcão Agung cancela 443 voos e bloqueia 120 mil turistas em Bali

media
Nuvem de fumaça cinza expelida pelo vulcão Agung supera 3 mil metros. Antara Foto/Fikri Yusuf via REUTERS

As autoridades indonésias decidiram nesta terça-feira (28) fechar pelo segundo dia consecutivo o aeroporto internacional da ilha de Bali, diante da erupção iminente do vulcão Agung. No total, 443 voos foram cancelados, afetando 120 mil turistas. 


O aeroporto Ngurah Rai permanecerá fechado até a manhã de quarta-feira (29). "Os corredores aéreos estão cobertos de cinzas. É perigoso para os voos", informaram os serviços de tráfego aéreo do país.

As autoridades também ampliaram em mais 10 quilômetros o perímetro de segurança em torno do vulcão, que continua expelindo uma espessa nuvem de fumaça escura de mais de três mil metros. 

Abrigos lotados de turistas

Cerca de 100 mil pessoas receberam ordem de evacuar a área, mas até agora apenas 45 mil moradores deixaram suas casas. Já os 200 abrigos e os hotéis de Bali estão lotados de turistas. O governo fez um apelo para que os estabelecimentos forneçam alojamento gratuito aos viajantes bloqueados na ilha. 

Na segunda-feira (27), as autoridades indonésias decretaram alerta máximo em Bali. "Tremores podem ser sentidos constantemente", declarou o diretor do Centro Nacional de Vulcanologia da Indonésia, Gede Suantika, que alerta que Agung pode começar a expelir lava a qualquer momento. 

O vulcão, situado a 75 quilômetros do centro turístico de Kuta, tem mostrado atividade desde agosto passado. A última erupção do Agung data de 1963, quando deixou 1.600 mortos.