rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Israel Jerusalém Donald Trump

Publicado em • Modificado em

Israel dará nome de 'Trump' à estação perto do Muro das Lamentações

media
Donald Trump diante do Muro das Lamentações em maio deste ano. REUTERS/Jonathan Ernst

O presidente americano, Donald Trump, terá seu nome em uma estação de trem que será construída perto do Muro das Lamentações, importante lugar do judaísmo situado na Cidade Antiga de Jerusalém, anunciou o ministro israelense dos Transportes, Israel Katz.


De acordo com ele, o terminal Trump fará parte da futura linha de alta velocidade entre Tel-Aviv e Jerusalém.

“Essa parada se chamará "Donald John Trump", decidiu o ministro, "em razão de sua decisão histórica e corajosa de reconhecer Jerusalém como a capital do Estado de Israel e de sua contribuição ao reforço do status de Jerusalém como capital do povo judeu e do Estado de Israel", disse ele em um comunicado oficial divulgado nesta quarta-feira (27).

Decisão sangrenta

No último 6 de dezembro, Trump rompeu, de forma unilateral, uma política externa há décadas estabelecida nos EUA e na comunidade internacional, ao reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

A decisão provocou ampla condenação internacional e deflagrou episódios de violência que levaram à morte de 12 palestinos.

Os palestinos reivindicam Jerusalém Oriental, anexada e ocupada por Israel, como a capital de seu próprio Estado, enquanto Israel proclama Jerusalém como sua capital "indivisível".

Para a ONU, o estatuto de Jerusalém - uma das questões mais espinhosas do conflito - deve ser acertado por uma negociação entre israelenses e palestinos.

Local sagrado

O Muro das Lamentações fica no bairro judeu da Cidade Velha, no plano inferior da Esplanada das Mesquitas. A Esplanada é o terceiro lugar santo do Islã e o local mais sagrado para os judeus, que o reverenciam sob o nome de Monte do Templo.

Com 56 Km de extensão, a nova linha de trem deve ligar as duas principais cidades do país em 2018, cobrindo o trajeto em menos de meia hora.

O custo dessa obra, que atenderá a cidade de Modiin e o aeroporto Ben Gourion, é estimado em 7 bilhões de shekels (equivalente a quase R$ 7 bilhões), segundo o governo israelense.