rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Estupro Índia Cultura do Estupro

Publicado em • Modificado em

Estupro de crianças provoca manifestações nas ruas da Índia

media
Menina em Mumbai durante protesto contra o estupro de crianças pergunta: "Eu serei a próxima?" REUTERS/Sivaram V TPX IMAGES OF THE DAY

Várias manifestações foram realizadas neste domingo (15) em diferentes cidades da Índia, em protesto contra novos casos de violência sexual contra crianças. A mobilização foi lançada após o estupro duas menores, entre elas uma menina de 8 anos.


Sébastien Farcis, correspondente da RFI na Nova Déli

De Nova Déli a Bangalore, passando por Mumbai, dezenas de milhares de indianos desfilaram nas ruas neste domingo. Os manifestantes, entre eles crianças, carregaram cartazes com dizeres como “Eu serei a próxima?”, “Temos que cessar a cultura do estupro”, ou ainda “Tirem os estupradores do Parlamento”.

Os slogans são os mesmos vistos no país após o estupro coletivo de uma estudante dentro de um ônibus em Nova Déli, em 2012. O crime provocou uma onda de revolta inédita contra a violência visando as mulheres no país.

Desta vez, as manifestações foram suscitadas por dois crimes. O primeiro deles foi o estupro de uma adolescente de 16 anos, cometido por um deputado, que beneficiou da ajuda da polícia local durante 10 meses antes de ser identificado.

Mas o caso que mais chocou a opinião pública foi o estupro de uma menina de 8 anos durante quatro dias seguidos. Os responsáveis, hindus, que teriam cometido o crime para espantar da região os membros da comunidade muçulmana à qual à vítima pertencia, foram apoiados por dois ministros regionais.

Os políticos envolvidos nos dois casos são membros do BJP, partido do atual primeiro-ministro Narendra Modi.