rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

México Cartel da droga Crime

Publicado em • Modificado em

México: 166 cadáveres são encontrados em fossa clandestina

media
México: 166 corpos encontrados em uma vala comum no leste do país do estado de Veracruz. Foto do 15/02/18 Veracruz HO / Mexican Police / AFP

Uma fossa clandestina com pelo menos 166 corpos foi localizada no estado mexicano de Veracruz, no leste do país, considerado como um dos mais violentos pela presença de cartéis de drogas. No local, em 2016, foram encontrados 295 cadáveres enterrados por criminosos.


A fossa está localizada na zona central do estado de Veracruz, que se estende em um amplo território no Golfo do México. O promotor estadual, Jorge Winckler, se negou a detalhar a localização exata "por segurança da equipe que continua trabalhando na área". Além dos "restos de ao menos 166 pessoas" foram encontradas 200 vestimentas, 144 identificações pessoais e diversos artigos, disse o promotor em uma mensagem à imprensa.

A fossa foi identificada no início de agosto após trabalhos de investigação e denúncias para a Promotoria especializada em casos de pessoas desaparecidas. Os trabalhos para localizar os corpos começaram no dia 8, com o uso de "drones, radares e sondas de busca", acrescenta o comunicado da Promotoria.

As imagens divulgadas pela Promotoria mostram um amplo terreno coberto de vegetação espessa e uma equipe forense, vestindo um macacão branco e usando luvas, trabalhando nas escavações. Segundo a Promotoria, até o momento foram localizados 32 enterros e 166 crânios foram recuperados.

Fossa foi denunciada por coletivo

No dia 16 de agosto, o coletivo Solecito, integrado por familiares de pessoas desaparecidas em Veracruz, denunciou a possível existência de uma fossa clandestina com cerca de 500 corpos. Rosalía Castro Toss, porta-voz do Solecito, disse na ocasião que, de maneira anônima, a organização recebeu um mapa no qual "indicaram que existem mais de 500 corpos".

Em 2016, a alguns quilômetros do lugar assinalado por Solecito, foi localizada uma fossa com 295 cadáveres, enterrados clandestinamente por criminosos. O local é conhecido como colinas de Santa Fé e fica em um subúrbio do porto de Veracruz, um dos mais importantes para o comércio no México. Veracruz é um dos mais atingidos pelo crime organizado e um dos que registra mais casos de pessoas desaparecidas. Segundo cifras oficiais, mais de 37 mil pessoas desapareceram no país.

(Com informações da AFP Brasil)