rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Resgate Oceano Pacífico Barco Indonésia

Publicado em • Modificado em

Imagens impressionantes mostram resgate de jovem indonésio após 49 dias no mar

media
Momento em que barco panamenho visualiza a jangada do jovem indonésio, perto da ilha de Guam, no Pacífico. Reprodução YouTube

Aldi Novel Adilang, de apenas 18 anos, foi levado pelas ondas após a ruptura das amarras de sua jangada de pesca, tradicional na Indonésia.


O salvamento de Aldi Novel Adilang foi considerado um milagre pela imprensa francesa. O jovem indonésio sobreviveu sete semanas no mar. Sua jangada de pesca rompeu as amarras e se afastou cerca de 2.500 km da ilha de Guam, no Pacífico, segundo informações de sua família nesta segunda-feira (24).

O site de FranceInfo noticia que “a epopeia do jovem começou em meados de julho enquanto trabalhava sozinho em um ‘rompong’ - uma jangada tradicional de pesca sem motor, com uma cabana”, atracada a cerca de 125 km da costa marítima de Celebes, na Indonésia. Ele estava encarregado de supervisionar a lâmpada do “rompong” para atrair os peixes, e o dono da embarcação vinha toda semana para “fornecer comida, água potável e combustível”.

Ele sobreviveu pescando

Segundo FranceInfo, a jangada se encontrava amarrada com uma longa corda, que foi quebrada por fortes ventos, levando o jovem para o mar, de acordo com relatos da mídia local. "Seu chefe disse ao meu marido que ele tinha desaparecido", disse Net Kahiking, a mãe do pescador, de sua casa, em Celebes.

O jovem, cujo suprimento de alimentos durou apenas alguns dias, sobreviveu no mar pescando durante 49 dias, disse Mirza Nurhidayat, cônsul indonésio em Osaka, no Japão, que supervisionou seu retorno à Indonésia. "Depois de esgotar todo o seu gás para cozinhar, ele começou a desmontar pedaços de madeira da jangada para fazer fogo", detalhou o cônsul, segundo o jornal Jakarta Post. O náufrago também bebeu água do mar filtrada por suas roupas.

Uma dúzia de barcos passou pelo jovem faminto sem notar sua presença, quando um navio de bandeira panamenha finalmente o viu e o colocou a bordo em 31 de agosto, perto da ilha de Guam, com o objetivo trazê-lo para o Japão.

"Quando seu chefe nos disse [sobre seu resgate], fiquei chocada”, lembra de sua mãe, “fiquei tão feliz." Aldi Novel Adilang, filho mais novo de quatro irmãos, voltou para casa em setembro. Ele está bem de saúde apesar das sete semanas passadas no mar. "Ele está de volta em casa e fará 19 anos no dia 30 de setembro, vamos comemorar", publica FranceInfo.