rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • França: Polícia afirma ter abatido Chérif Chekatt, suspeito do atentado de Estrasburgo
  • França : Governo decide reabrir feira de Natal de Estrasburgo após ataque terrorista

China Eleições 2018 Brasil

Publicado em • Modificado em

“Cada voto é importante”, diz brasileira que viajou de Macau para votar em Hong Kong

media
Nos países asiáticos, a votação de eleitores brasileiros para presidente da República já foi encerrada Luiza Duarte

Nos países asiáticos, a votação de eleitores brasileiros para presidente da República já foi encerrada, mas os resultados só estarão disponíveis online depois que as urnas forem fechadas no Brasil. O consulado brasileiro em Hong Kong é local de voto dos que vivem na cidade e também da comunidade brasileira de Macau. Ao todo, 564 pessoas estão inscritas nessa seção eleitoral, mas apenas 295 compareceram.


Luiza Duarte, correspondente da RFI em Hong Kong

Cerca de 1500 brasileiros estavam habilitados a votar em três outras cidades na China – Pequim, Xangai e Cantão –, além de Taipé, no Taiwan. Jane Martins mora em Macau há 33 anos e conta que nunca deixou de votar no exterior. Ela fez uma travessia de balsa de uma hora para poder escolher o próximo presidente. “Não perdi nenhuma [votação] até hoje. A gente também tem que ajudar. Eu acredito em um caminho para o Brasil e jamais deixaria de votar. Eu acho que cada voto é muito importante”, reforça.

Natasha Felini também fez uma viagem de Macau para garantir o voto. “Eu continuo votando. Como brasileira acho importante a gente de alguma forma ajudar a tentar manter o crescimento do Brasil. Acho importante não deixar de votar", conta, enquanto espera sua vez na fila. Mesmo vivendo em Macau há 17 anos, Natasha garante que está por dentro da política no Brasil. “Eu tendo acompanhar as notícias”.

Japão é primeiro país asiático em número de eleitores brasileiros

O país com maior número de eleitores do Brasil na Ásia – e o segundo no mundo – é o Japão, com mais de 60 mil brasileiros inscritos. Tóquio é a terceira cidade em número de brasileiros inscritos; eles são cerca de 26 mil na capital japonesa.

Os eleitores brasileiros aptos a votar no Japão é maior do que em Portugal e só fica atrás dos Estados Unidos. Segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que, junto com o Itamaraty, coordena a votação no exterior, apenas 13 países reúnem mais de 86% do eleitorado fora do Brasil.

Neste domingo (7), brasileiros podem votar em 1.790 seções eleitorais no exterior. Para que uma seção eleitoral seja aberta em outro país, é preciso que ao menos 30 pessoas estejam cadastradas. O eleitorado do exterior teve um aumento de 41% em comparação com 2014. Saltou de cerca de 354 mil inscritos nas últimas eleições presidenciais para cerca de 500 mil eleitores em 2018.