rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Japão Imperador Tradições

Publicado em • Modificado em

Nova era imperial do Japão vai se chamar “Reiwa”

media
Primeiro-ministro japonês Shinzo Abe durante anúncio do nome da nova era. Robichon/Pool via Reuters

O nome da era imperial que acompanhará o reinado do imperador Naruhito após a abdicação de seu pai, Akihito, será "Reiwa", a união de dois ideogramas que podem significar "agradável" ou "ordem" e "harmonia" ou "paz". O anúncio foi feito pelo governo japonês nesta segunda-feira (1°) e a nova era começa dentro de um mês.


O anúncio aconteceu às 11h40 locais (23h40 de Brasília, domingo), quando o secretário-geral e o porta-voz do governo, Yoshihide Suga, exibiu para as câmeras um documento marcado com os kanjis (ideogramas) escolhidos caligrafados.

O nome "significa o nascimento de uma civilização na qual reina uma harmonia entre os seres", explicou em uma entrevista coletiva o primeiro-ministro Shinzo Abe. "A primavera chega após o duro inverno, este nome pretende destacar o princípio de um período que transborda esperança", completou o chefe de governo.

O termo procede de uma antologia de poemas japoneses chamada "Manyoshu", que tem 1.200 anos. "É a primeira vez que se usa um termo procedente de textos japoneses e não chineses", lembrou Abe.

Festas populares e calendários da nova era

O anúncio do nome de uma nova era é um acontecimento importante no Japão, pois é acompanhado por edições especiais de jornais, espetáculos de caligrafias e festas populares.

O nome Reiwa, a 248ª era, marcará o reinado de Naruhito, 126º imperador, que começará em 1° de maio, um dia depois de seu pai, Akihito, abdicar do trono, o que dará fim à era Heisei ("a paz prevalece em todas as partes"), que começou em janeiro de 1989.

Akihito, 85 anos, deixará o trono quase três anos depois de ter anunciado a intenção de deixar a função em vida, em agosto de 2016. Essa é a primeira abdicação de um imperador japonês em dois séculos.

O nome de uma era obedece regras rígidas: deve estar composto apenas por dois "kanjis", ser fácil de ler e escrever, e não deve utilizar nomes comuns nem o primeiro caractere de nenhuma das últimas quatro eras: Heisei, Showa, Taisho e Meiji

Logo após o anúncio do novo nome, os fabricantes de calendários começaram a imprimir novas edições com o termo "Reiwa", que começam em 1 de maio de 2019.

(Com informações da AFP)