rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Tunísia : Boca de urna aponta vitória do professor Kais Saied

Prémio Greta Thunberg Nobel da Paz Aquecimento global

Publicado em • Modificado em

Greta Thunberg é uma das favoritas ao Nobel da Paz

media
A sueca Greta Thunberg virou um símbolo da luta pela defesa do meio-ambiente. REUTERS/Andrej Ivanov

O anúncio dos laureados de Medicina, atribuído a dois americanos, William Kaelin e Gregg Semenza, e ao britânico Peter Ratcliffe, abriu a temporada do Nobel nesta segunda-feira (7). A maratona de premiações termina com o Nobel da Paz, na sexta-feira (11).


Nesta semana, também serão anunciados os vencedores do prêmio de Física, Química, Literatura e Economia, mas a maior expectativa é em relação ao Nobel da Paz, que pode ser concedido à jovem ativista sueca Greta Thunberg, segundo as casas de apostas.

A militante, que começou as greves estudantis pelo clima às sextas-feiras, que se popularizaram em todo o mundo, é uma das favoritas à recompensa segundo os apostadores. Mas o diretor do Instituto de Pesquisa sobre a Paz de Oslo, Henri Urdal, acha “pouco provável” que ela ganhe o prêmio, por conta da idade. A laureada mais jovem é Malala Yousafzai, que obteve a recompensa aos 17 anos, em 2014.

A lista da academia sueca é secreta e, apesar das especulações, é difícil prever quem será o futuro vencedor. Neste ano, foram registradas 301 candidaturas. O nome da estudante surgiu naturalmente diante da dimensão que tomou seu movimento “Fridays for Future”, denunciando a urgência climática e a inércia dos dirigentes para conter o aquecimento global.

Discurso na ONU

Sua participação no Encontro de Ação Climática promovido pela ONU, organizado em 23 de setembro, surpreendeu a opinião pública. No evento, em um discurso enfático, ela pediu satisfações aos líderes mundiais diante da falta de comprometimento na luta contra o aquecimento global. Outros nomes são citados como possíveis laureados. Entre eles, o do primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, que contribuiu para a reconciliação do país com a Eritreia e ONGs como a Repórteres Sem Fronteiras e o Comitê para Proteção dos Jornalistas.

Boneco enforcado

Paralelamente, a promotoria de Roma abriu uma investigação após a descoberta de um boneco com o rosto da jovem militante climática Greta Thunberg enforcado em uma ponte da cidade. A notícia foi divulgada mídia italiana nesta segunda-feira (7). Espalhada nas redes sociais, a foto do boneco com duas tranças parecidas com as da jovem ativista sueca de 16 anos também mostra um cartaz preso à ponte em que está escrito em inglês "Greta é seu deus".

A imagem também provocou a reação da classe política, e a prefeita de Roma, Virginia Raggi (Movimento 5 Estrelas, antissistema), declarou no Twitter a "solidariedade" de sua cidade para com a família de Greta Thunberg. O líder do Partido Democrata (à esquerda, no poder na Itália), Nicola Zingaretti, condenou a "violência macabra" dos autores dessa ação.