rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Estilista Azzedine Alaïa morre aos 77 anos em Paris

Amazon Tecnologia

Publicado em • Modificado em

Produto da Amazon permite entrega dentro de casa sem destinatário presente

media
Amazon lança trava eletrônica que permite entregas dentro de casa sem que o destinatário esteja presente. REUTERS/Mike Segar/File Photo

A gigante do comércio online Amazon lançou nesta quarta-feira (25) nos Estados Unidos uma fechadura eletrônica que permite aos entregadores deixarem encomendas dentro da casa do destinatário, sem a pessoa estar presente.


Amazon Key ("chave" em inglês), que custará a partir de US$ 250, será comercializada nos Estados Unidos a partir do dia 8 de novembro. Com esta trava, vendida com uma câmera de "segurança", os clientes podem "seguir a entrega em tempo real" através de um vídeo em um aplicativo para smartphone, diz a empresa.

"Sempre que um entregador solicita acesso à casa de um cliente, a Amazon verifica se a pessoa certa está no endereço correto e no horário agendado, graças a um protocolo de autenticação criptografado", continua o grupo de Seattle. Uma vez que essas condições são atendidas, a câmera, colocada no imóvel, começa a gravar e a porta é destrancada. "Nem as chaves, nem os códigos de acesso são fornecidos aos remetentes", insiste a Amazon.

Produto terá outras funcionalidades

O dispositivo também pode ser usado para deixar família e amigos entrarem na casa.

"Nos próximos meses", os clientes também poderão agendar vários serviços (limpeza, cuidados de animais domésticos etc) através de parcerias com outras empresas, diz a Amazon.

Este serviço é reservado aos clientes Amazon Prime, ou seja, aqueles que pagam uma assinatura que lhes dá acesso a entregas gratuitas e diversos conteúdos, como filmes, séries, música e livros.

A Amazon está à procura de novas formas de realizar entregas, como a colocação de armários com código em lojas e até mesmo no saguão de prédios. O grupo também está testando realizar entregas com drones.

Várias empresas já possuem fechaduras eletrônicas com câmeras conectadas. Nest, uma subsidiária da Alphabet (Google) recentemente lançou um sistema similar.

(Com informações da AFP)